Animais

Inseto originado na Índia e Etiópia estaria transmitindo vírus mortal para os humanos que o tocarem. Será que isso é verdade?

Mais uma vez, vários leitores buscaram nossa opinião sobre um viral no Whatsapp, Facebook e Twitter. Um inseto originário na Índia e Etiópia estaria transmitindo um vírus mortal que resultaria em lesões horríveis em quem tocasse o animal.

Isso não é verdade, este inseto é um membro da família de hemípteros Belostomatidae que inclui as espécies de insetos aquáticos conhecidas pelos nomes comuns de barata-d’água. Apesar do seu nome vulgar, não são baratas, no sentido estrito. Na verdade, são grandes “barbeiros” aquáticos, sendo também conhecidos pelos nomes de arauemboia, bota-mesa, pica-dedo e escorpião-d’água.


Essas estruturas nas costas do inseto são os ovos. Em algumas espécies, as fêmeas depositam os ovos sobre as costas dos machos, junto com um líquido de grande poder adesivo, obrigando-os a carregar os ovos até a eclosão. Acredita-se que isso ocorra porque os machos costumam comer os ovos e, em suas costas, o acesso torna-se praticamente impossível.

maxresdefault

Apesar de a picada das baratas-d’água ser considerada como uma das mais dolorosas entre os insetos, esses animais não transmitem doenças e muito menos qualquer vírus mortal. A mão mostrando lesões terríveis nas mãos parece se tratar de uma manipulação digital.

Não acreditem em tudo!

Fonte: Belostomatidae  Imagens: youtube/ facebook

Comentários

Novidades

Topo