Comportamento

Dormir mais que nove horas por dia pode aumentar em quatro vezes a chance de morrer mais cedo!

Sabemos que dormir faz bem a saúde e que devemos ter um sono agradável e tranquilo todos os dias para que possamos repor nossas energias e realizar as atividades diárias com disposição e saúde. Todavia, dormir demais também pode ser um problema para a nossa vida… Sim, dormir mais que nove horas por dia pode aumentar em até quatro vezes a chance de morrer mais cedo diz uma grande pesquisa realizada pela Universidade de Sydney na Austrália.

Houve evidências de que nos últimos anos pessoas que dormem muito que passam o dia sentado e que não fazem nenhuma atividade física estão mais propensas a morrer mais cedo do que as demais pessoas, e se associado ao consumo de álcool excessivo e ao fumo pode aumentar cada vez mais. O estudo realizado pelo Dr. Melody Ding, pesquisador sênior da Universidade de Sydney afirma que existe uma ameaça tripla para a saúde mundial: dormir demais + ficar muito tempo sentado + falta de atividade física são uma bomba para o organismo humano!


O Dr. Ding e sua equipe de pesquisadores analisaram a saúde de mais de 230.000 pessoas que foram divididas em vários grupos e considerado o maior estudo da Austrália relacionado à saúde humana. Foi pesquisado o estilo de vida de cada uma como, o consumo de álcool, tabagismo, alimentação e falta de atividade física e ainda acrescentaram o excesso de tempo sentado e a quantidade de horas de sono.

3

Eles realizaram uma análise de diversos fatores e combinações possíveis entre esses fatores mencionados para determinar qual ou quais grupos de fatores são mais susceptíveis de aumentar o risco de uma pessoa morrer mais cedo e conseguiram chegar a conclusão que o trio mortal é mesmo o sono prolongado, muito tempo sentado e a falta de atividade que se tornam perigosamente responsáveis pelas mortes prematuras. No entanto, descobriram também que a falta de sono (menos de sete horas por dia) também aumenta as chances de morrer mais cedo.

O professor Adrian Bauman, co-autor do estudo afirma que a pesquisa serve para alertar a população mundial de que os hábitos de vida devem ser mudados o quanto antes e que doenças cardíacas, diabetes e câncer já matam mais de 38 milhões de pessoas no mundo e que é a maior causa de mortes que existe superando a de doenças infecciosas, portanto, é necessário ter uma vida regrada e equilibrada para se manter saudável e viver bem!

Fontes: dailymail/
bbc  Imagens: cordeminas/vcrealmente

⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Comentários

Novidades

Topo