Alimentação

Pessoas que moram sozinhas tendem a ser mais magras e saudáveis, diz estudo



A  notícia é boa para as pessoas que vivem sozinhas: Um estudo recente mostrou que adultos solteiros, de qualquer orientação sexual, são fisicamente mais saudáveis quando se trata de índice de massa corporal. O estudo, publicado no Journal of Family Issues, concluiu que viver sem uma companhia (divorciados ou nunca se casaram) está nitidamente associado a ser magro. Por outro lado, pessoas que vivem com companheiros, seja homem ou mulher, apresentaram maior IMC.

O sociólogo Jay Teachman da Universidade de Western Washington utilizou neste estudo 20 anos de dados registrados desde 1979 onde mais de 3.000 participantes tiveram seus pesos examinados, juntamente com o estado civil. Ele seguiu o IMC das pessoas desde a adolescência até a meia-idade (entre 39 e 42 anos) e encontrou pessoas que esperimentaram uma perda de peso a curto prazo após o divórcio, que, segundo ele, é possivelmente induzida pelo estresse. O sociólogo diz que casais que vivem juntos são tendem a engordar porque eles compartilham refeições e cozinham juntos. Com isso, as pessoas solteiras são mais magras e, provavelmente, mais preocupadas com a boa forma, pois estão em busca de um relacionamento.


eded-pesosmedida

Teachman também descobriu uma tendência racial nos dados: As mulheres brancas experimentaram ganhavam peso mais lentamente, enquanto as mulheres negras, seja solteiro ou casado, tiveram o ganho de peso mais rápido e os dados são os mesmos para os homens. Assim, a ideia de que as mulheres são mais sensíveis ou dão mais valor em sua aparência física, especialmente depois de uma separação, é considerada agora, um mito.

Fontes: nymag/sagepub  Imagens: super.abril/desfavor
Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.