Anomalias e doenças

Mitomania: quando a mentira se torna patológica e precisa de tratamento

Não é raro encontrarmos alguém que sempre que você conta uma história, ele vem sempre com outra melhor e mais elaborada. Também não é difícil encontrar uma pessoa que está sempre com um boa narrativa e acontecimento mirabolante na ponta da língua, pronto para contar em uma roda de amigos e assim chamar a atenção. Muitas vezes todos sabem que é mentira, mas a pessoa insiste em seguir com a narrativa. Na verdade, isso pode não ser apenas um “desvio de conduta” e sim uma doença psicológica conhecida como MITOMIA.

A mitomania é um distúrbio de personalidade onde o paciente possui uma tendência compulsiva pela mentira. Esta doença é também conhecida como “mentira obsessivo-compulsiva”. Ao contrário do que se pensa, o comportamento de mentir característico do “mitômano” não é praticado com o objetivo de se obter ganhos externos ou objetivos. É na verdade, uma mentira patológica e está relacionada com fatores psicológicos.


O mitômano é o indivíduo que mente compulsivamente. Algumas vezes são pequenas mentiras, enquanto que outras vezes são pitorescas, elaboradas detalhadamente, que induzem o próprio mentiroso a acreditar nelas. Estas mentiras podem envolver os mais diversos temas e muitas vezes o indivíduo mente de forma discrepante em relação à sua realidade, citando acontecimentos exageradamente impactantes ou incomuns, habilidades das quais não dispõe e ocasiões as quais claramente não vivenciou.

A Mitomania traz sofrimento e prejuízos para a vida da pessoa e daqueles que com ela convivem. Em alguns casos, porém, este comportamento se torna tão habitual, que aquele que o pratica passa a não mais refletir a respeito e diminui a sua criticidade sobre seus atos. Assim, passa a mentir cada vez mais.

mentirosos24032015horiz

Causas e tratamento

As causas da mitomania não são totalmente esclarecidas mas sabe-se que há inúmeros fatores psicossociais envolvidos na questão. Acredita-se que a baixa autoestima e a tentativa de se proteger de situações constrangedoras marquem o início da mitomania.

O tratamento da mitomania pode ser feito através da toma de medicamentos e sessões psiquiátricas, mas esse comportamento patológico se torna um estilo de vida difícil de ser controlado como qualquer outra doença psiquiátrica. Durante o tratamento é importante a colaboração de amigos e familiares para levantar a autoestima do indivíduo, oferecendo todo o amor e compreensão que ele precisa para vencer a doença.

Fontes: truthaboutdeception/compulsivelyingdisorder/tuasaude/cultura.estadao  Imagens: imirante/

Acesse nosso novo site! data-recalc-dims=

Comentários

Novidades

Topo