Anomalias e doenças

Impressionante: mulher diz ser capaz de sentir o ‘cheiro’ do mal de Parkinson

Joy Milne, uma senhora de Perth, foi capaz de sentir um odor diferente no marido, Lee, diagnosticado com Parkinson aos 45 anos. Lee morreu com 65 anos. Uma a cada 500 pessoas no Reino Unido tem o mal de Parkinson, doença que leva os pacientes a perderem a capacidade de andar, falar e dormir. Ainda não há cura conhecida e um teste diagnóstico definitivo.

Joy percebeu algo de estranho no marido seis anos antes dele ser diagnosticado com a doença. Ela disse que o odor natural do marido tinha mudado e era difícil descrever, pois foi acontecendo sutilmente. Segundo ela, o cheiro era almiscarado. A senhora só ligou os pontos quando passou a integrar um grupo de caridade chamado Parkinson’s UK, e começou a sentir o mesmo odor característico presente no marido nas reuniões em grupo.


Intrigada, Joy resolveu contatar os cientistas da Universidade de Edimburgo, que decidiram testar a senhora e perceberam que o seu ‘dom’ era bem apurado. Joy foi apresentada, sem saber, a 12 camisetas: 6  usadas por pessoas com a doença e 6 de pessoas sem a doença. Joy acertou 11 das 12 camisetas. Seu único erro, na verdade, foi de um senhor que 6 meses depois foi diagnosticado com Parkinson.

parkinsons24n-3-web

Pesquisando mais fundo, os pesquisadores acreditam ter achado a resposta dessa habilidade fenomenal de Joy: Pessoas com o mal de Parkinson em estágio inicial produzem um odor particular relacionado à doença. Eles esperam encontrar a assinatura molecular responsável por esse odor desenvolvendo um teste rápido para o diagnóstico da doença.

Um teste simples para o mal de Parkinson pode melhorar e muito as condições de diagnóstico e tratamento da doença, segundo os pesquisadores, e mudar a vida das pessoas acometidas por ela.

Fonte:
  bbc   Imagens: upproxx/bbc  
 

⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Comentários

Novidades

Topo