Comportamento

Estudo explica porque as pessoas são tão curiosas

Com certeza se você começou a ler este texto e está com vontade de descobrir qual a resposta para a pergunta inicial é porque está bastante curioso e isso é um fato importante para a busca do conhecimento e para o nosso aprendizado. Agora você já imaginou o porquê de as pessoas serem tão curiosas? O que as leva a buscar informações sobre tudo? Vamos entender um pouco sobre isso.

A curiosidade é de fato um motor que rege nossas habilidades e competências na sociedade. Ela aguça e nos motiva para que busquemos respostas constantes sobre tudo o que acontece em nossa volta e desenvolve o nosso aprendizado e conhecimento seja ele científico ou não. Ainda não se tem um consenso sobre o que é curiosidade, na verdade nem se sabe de onde ela vem e nem para que sirva realmente, mas os cientistas concordam de que ela é um dos pontos principais para a evolução do conhecimento.


Um estudo publicado na revista Neuron afirma que não existe uma definição clara do que seja a curiosidade, mas os cientistas que participaram do estudo garantem que devemos acreditar na mais ampla definição do termo, ou seja, que a curiosidade é “um estado de dirigir para obter informações” e que fazendo isso poderemos começar a decifrar nossas origens, função e mecanismos da própria curiosidade. O fato é que o estudo garante que a curiosidade é importante para o ser humano e que motiva o homem a buscar alternativas para resolução de problemas, embora os meios pelos quais isso ocorra são complexos, todavia estudos indicam que a curiosidade pode aumentar a nossa capacidade de absorver e memorizar informações.

spy

O estudo revelou que quando a curiosidade é aguçada, o cérebro entra num estado de aumento de motivação para aprender que envolve a ativação de neurotransmissores como a dopamina bem como a ativação do hipocampo que associados formam uma sensação de recompensa e realiza a formação da memória. Os autores da pesquisa também concordam e afirmam que ser curioso pode servir a um propósito evolutivo, uma vez que pode melhorar o desempenho do seu próprio desenvolvimento produzindo benefícios de aptidão para a realização de atividades diárias para si e para outros organismos, ou seja, quanto mais informações o homem obter melhores decisões são capazes de fazer.

Todavia, é fato de que a curiosidade pode levar a sérios riscos à vida e nos levar a situações perigosas e conseqüências negativas, como por exemplo, a busca e o desejo pelo misterioso e desconhecido, o que muitas vezes pode ser fatal ao descobrimento e com isso a curiosidade pode ser chamada de “serial killer”. Contudo, o estudo explica que a curiosidade é um elemento básico da nossa cognição, que é um motivador de aprendizado, influente na tomada de decisões e crucial para um desenvolvimento saudável, portanto vamos usá-la ao nosso favor!

Fontes: iflscience/cell/   Imagens: freepik/ labo

Acesse nosso novo site! data-recalc-dims=

Comentários

Novidades

Topo