Curiosidades

A cerveja sem álcool engorda mais do que a “normal”? Entenda alguns benefícios e riscos de seu consumo



“Não estou podendo beber álcool por causa de medicamentos. Queria saber se a cerveja sem álcool é muito calórica. Ouvi dizer que engorda muito mais que a outra” (Janaína Lima)

Janaína, a resposta é: engorda, mas não mais do que a outra cerveja! Em termos de calorias, a cerveja sem álcool possui uma quantidade um pouco menor. Enquanto uma lata de cerveja comum possui em torno de 150 calorias, a latinha de cerveja sem álcool possui em torno de 90 calorias. Mas, nem por isso, podemos consumir cerveja sem álcool a vontade: ambas as cervejas são fabricadas com os mesmos ingredientes (água, cerveja, lúpulo e levedura), então engordar depende muito do modo e quantidade de consumo. Por isso o ideal é beber com moderação!


Em geral, é recomendado que se beba pequenas doses (1 ou 2 latas por dia) de cerveja, seja ela com ou sem álcool, pois o excesso não apenas traz aquela famosa barriguinha saliente, como também pode causar aumento de riscos à saúde, como problemas cardiovasculares e aumento dos índices glicêmicos. No entanto, o consumo moderado pode ser benéfico para a saúde, já que a cerveja possui, além dos carboidratos, outros nutrientes como vitaminas, minerais, antioxidantes e compostos fenólicos, que auxiliam na saúde cardiovascular e no envelhecimento das células.

E porque a cerveja engorda?

Bem, apesar de possuir alguns nutrientes, há quem diga que a cerveja fornece “calorias vazias”, o que quer dizer que ela não fornece muita coisa além de muitas calorias. Não bastasse isso, o álcool também interfere em nosso metabolismo. Dentre as interferências, está o fígado, que normalmente trabalha com o intuito de metabolizar e “queimar” as células de gordura, mas que, no entanto, quando você ingere álcool, precisa alterar o seu funcionamento para metabolizá-lo primeiro, o que faz com que as gorduras se acumulem. Outro efeito da cerveja é o aumento de apetite e por isso comumente vemos abusos dos calóricos aperitivos para acompanhar aquela “gelada”. Uma boa dica então é trocar as frituras por alimentos vegetais, o que ajudaria a diminuir o número de calorias ingeridas.

cerveja-sem-alcool

Não recomendada para diabéticos

Sobre a questão da cerveja sem álcool não ser recomendada para diabéticos, isso é verdade! Apesar de ter menos calorias, devido ao seu processo de fabricação, o número de açúcares na cerveja sem álcool aumenta. Isso porque, durante o processo de destilação, o álcool é extraído da cerveja, ficando apenas uma concentração de açúcares e componentes de sabor. No entanto, engana-se quem pensa que a cerveja sem álcool sempre é totalmente sem álcool: alguns processos de destilação retiram grande parte, mas não todo o teor de álcool. Porém, nossa legislação reconhece que uma bebida sem álcool possui 0,5% (ou menos) de teor alcoólico. Então não se preocupe Janaína, mesmo algumas marcas possuindo algum teor de álcool, ele é tão baixo que não interfere com as medicações se tomado com moderação. Por isso recomenda-se que sejam consumidas no máximo 6 latas de cerveja sem álcool, mas o ideal mesmo é ficar atento aos rótulos.

Fontes: bolsademulher/mundoboaforma/entretenimento/guardanapodepapel/saude/emagrecimentonasaude/saudedicas  Imagens: rafaelnemitiz/espaçolivre
Comentários

Novidades

Topo