Anomalias e doenças

Vejam doenças de 9 personagens de desenho animado que fizeram parte da sua infância



Os desenhos animados fazem parte da nossa infância e há adultos, que até hoje são fascinados pelas tramas e personagens. Quando somos crianças não paramos para observar que cada personagem tem algo de especial e que, muitos deles apresentam distúrbios, transtornos ou outro problema de saúde.

Relacionamos aqui, alguns personagens famosos da WarnerBros e Disney que de alguma forma apresentam algumas características que nos levam (depois de adultos) a pensar em algum problema de saúde. Veja nossa lista e tente se divertir!


1- Patolino: transtorno bipolar

patolino

Patolino tinha constantes alterações de humor. No mesmo momento que estava amigável, já sentia raiva. Patolino é retratado como um pato egocêntrico, mas secretamente inseguro e tem esquemas ridículos que sempre tornam a vida mais interessante e muito complicado. Ele pode sair do mal humor e irritação para a alegria eufórica.

O Patolino tem uma espécie de transtorno bipolar é um problema em que as pessoas alternam entre períodos de muito bom humor e períodos de irritação ou depressão. As chamadas “oscilações de humor” entre a mania e a depressão podem ser muito rápidas e podem ocorrer com muita ou pouca frequência.

2- Diabo da Tasmânia (Taz): Hiperatividade

Taz

Taz é geralmente retratado como um tipo de adolescente estúpido com um notório pavio curto e tem pouca paciência. Ele vai comer qualquer coisa e até tudo, com um apetite que parece não conhecer limites. Taz é mais conhecido por sua hiperatividade.

A hiperatividade é um estado excessivo de energia, que pode ser motora (física, muscular) ou mental (intenso fluxo de pensamentos). Se algum órgão ou glândula do nosso corpo estiver trabalhando em demasia, dizemos que ele está hiperativo (como no caso da glândula tireóide no hipertireoidismo). Hiperatividade também é sinônimo de aumento e/ou excesso de atividade; comportamento hipercinético (hiper = muito; cinesia = movimento).

3- Gaguinho: Gagueira

gaguinho

Um porquinho muito fofo e assim como já diz seu nome, ele é gago. Por esse motivo, quase sempre demora para completar uma frase. Além disso é extremamente ingênuo. É grande amigo do Patolino e bastante ingênuo, o que faz com que Patolino queira prontamente se aproveitar.

Bom, o Gaguinho é gago, coitado. Tem muita dificuldade em falar e isso fazia dele um personagem engraçadinho. A gagueira é um distúrbio na temporalização da fala que afeta a fluência e a comunicação. A temporalização significa o tempo de execução dos sons, sílabas, palavras e frases. Cada som da fala tem um tempo usual para ser falado. Esse tempo depende da região onde a fala é produzida. No caso da gagueira, alguns sons demoram mais para serem ditos. Esse tempo maior interfere na fluência.

4- Pernalonga: Mitomania

pernalonga

Confiante, descolado, hábil, ágil e rápido. Pernalonga é conhecido por ser um coelho extremamente experto, mais experto que seus adversários. Uma de suas habilidades era sem dúvida, enganar todo mundo com suas enganações e mentirinhas do bem.

A  mitomania é caracterizada por uma tendência patológica em parte voluntária e consciente para a mentira. Um mitomaníaco tem necessidade de iludir os outros com histórias. É um transtorno psicológico caracterizado por contar mentiras compulsivamente, sem benefícios externos e geralmente restritos a assuntos específicos (como família ou amigos) apresentando-se de maneira bem vista socialmente. Em casos considerados mais graves podem incluir uma enorme diversidade de assuntos e a própria pessoa tem dificuldade em lembrar o que é verdade e o que é invenção.

5- Pepe Le Gambá: Compulsão sexual

pepe-le-pew

Sua musa é a gata Penelope Pussycat, que tem suas costas acidentalmente pintadas de branco, o que a faz parecer-se com um cangambá fêmea. Ao vê-la, Pepé se apaixona instantaneamente e passa a prossegui-la na intenção de namorar (ou copular).

Compulsão sexual é doença e precisa de tratamento. Esse transtorno está intimamente relacionado à ansiedade e, não raro, a outros transtornos obsessivos compulsivos. Quem sofre desse problema tem dificuldade de pensar e se concentrar em coisas que não estejam relacionadas ao sexo. Além disso, outra característica do compulsivo é agir por impulso, sem premeditar.

6- Olívia Palito: Anorexia

olivia

O nome já diz tudo: Olívia Palito é uma magreza só. No entanto, os primeiros quadrinhos com a personagem na década de 20, ela aparecia mais gordinha. Depois, ela se tornou muito magra e os desenhos atuais ela parece ter um distúrbio alimentar que lembra a anorexia.

A anorexia é um distúrbio alimentar que provoca uma perda de peso acima do que é considerado saudável para a idade e altura. Pessoas com anorexia podem ter um medo intenso de ganhar peso, mesmo quando estão abaixo do peso normal. Elas podem abusar de dietas ou exercícios, ou usar outros métodos para emagrecer.

7- Coyote: Transtorno obsessivo compulsivo

coyote

Apesar de extremamente inteligente e habilidoso para montar suas armadilhas. O Coyote é extremamente obsessivo em capturar o Papa-léguas. Mesmo com todas as tentativas falhas e tenta obsessivamente todos os dias, várias vezes ao dia capturar o “amigo”. Será que só existia esse bicho para ele perseguir?

Analogicamente falando, uma pessoa com TOC é como um disco riscado, que repete sempre o mesmo ponto daquilo que está gravado. Pacientes deste distúrbio sofrem com imagens e pensamentos que os invadem insistentemente e, muitas vezes, sem que a pessoa possa controlá-los. Para essas pessoas, a única forma de controlar esses pensamentos e a própria ansiedade é por meio de um ritual, que pode ser repetido muitas vezes ao longo do dia. Esse ritual é chamado de compulsão, um tipo de comportamento irracional e repetitivo que segue um padrão de regras e etapas extremamente rígido, geralmente pré-estabelecido pela própria pessoa.

8- Bisonho: Depressão

bisonho

Bisonho é conhecido por ser muito sonolento e resmungão. Ele quase nunca fica contente nem entusiasmado com nada e não quer fazer nada. Sempre desanimado ele também é extremamente pessimista.

A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. No sentido patológico, há presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado.

9- Hortelino troca- letras: Dislalia (distúrbio da fala)

hortelino

A maioria das suas aparições é caçando o coelho Pernalonga e/ou o pato Patolino. Como é de costume nos desenhos animados, ele nunca consegue pegá-los. Seu nome no Brasil se deve ao fato de trocar as letras quando fala, principalmente o R pelo L.

A dislalia é um distúrbio da fala, caracterizado pela dificuldade em articular as palavras. Basicamente consiste na má pronúncia das palavras, seja omitindo ou acrescentando fonemas, trocando um fonema por outro ou ainda distorcendo-os ordenadamente. A falha na emissão das palavras pode ainda ocorrer em fonemas ou sílabas. Assim sendo, os sintomas da Dislalia consistem em omissão, substituição ou deformação dos fonemas. De modo geral, a palavra do dislálico é fluida, embora possa ser até ininteligível, podendo o desenvolvimento da linguagem ser normal ou levemente retardado.

Fonte: Dislalia/wikia/anorexia/hiperatividade/gagueira/compulsao
Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.