Animais

Governo australiano pretende eliminar 2 milhões de gatos por envenenamento até 2020. Entenda o porquê.

Governo australiano pretende eliminar 2 milhões de gatos por envenenamento até 2020. Entenda o porquê.
Esse texto foi útil para você?

Os gatos são conhecidos pela sua grande capacidade de caça. Contudo, como não selecionam as presas esses exímios caçadores podem ajudar os homens caçando animais como os ratos, que transmitem muitas doenças, como também prejudicar caçando espécies endêmicas e que correm risco de extinção.  Isso tem se tornado um problema para as autoridades australianas que declaram, esse ano, guerra aos felinos sob a alegação de que eles estariam prejudicando a fauna local.

Até 2020 o objetivo do governo australiano é eliminar cerca de 2 milhões de felinos. Um estudo aponta que das 28 das 29 espécies de mamíferos extintas nos últimos 200 foram culpa dos gatinhos, e que além disso eles matam anualmente por volta de 4 milhões de pássaros. O ministro do meio ambiente da Austrália Greg Hunt alega que é preciso “reverter as ameaças as espécies endêmicas do pais”, ele ainda declara que o extermínio dos gatinhos será de forma “humana”.


Estudos apontam que os gatos podem sim estarem contribuindo para essa extinção, entretanto existem outros fatores fortíssimos que em conjunto ameaça as espécies nativa como perda de habitat, queimadas, expansão da indústria e da agricultura. Os grupos de ambientalistas do local aprovaram a medida, mas apontam para a falha na falta de controle para menos perdas de habitat naturais. Para Kelly O’Shanassy, executiva principal da Fundação de Conservação australiana, serão necessárias quatro ações para reverter a situação de extinção na Austrália “ o extermínio de gatos ferais, fornecimento de lugares seguros para as espécies em perigos, melhoras no habitat e intervenção contra ações que ameacem os animais”.

petrede-gaiola-gato-abandonado-doacao-adote

Para que a comunidade ajude e participe da guerra contra os felinos o governo federal criou o aplicativo FeralCatScan para que moradores avisassem às autoridade quais são os locais com maior quantidade de gatos. A forma de extermínio vai ser por envenenamento, usando iscas contaminadas para atrair os pobres animais. Os alvos que mais estão na mira do governo são os gatos ferais, aqueles que não vivem em harmonia com os humanos e andam em bandos. Gregory Andrews declarou: “Não odiamos os gatos. No entanto, não podemos mais tolerar o mal que estão fazendo para a vida selvagem do país. Mais de 120 espécies nativas estão em risco de extinção por causa dos gatos

A Austrália tomou a medida extrema, mas não é só esse pais que associa gatos a aumento de animais em extinção, Estados Unidos, Inglaterra e Alemanha também se preocupam com o aumento do número de gatos e cogitam “copiar” a Austrália para frear o aumento do números de espécies ameaçadas, todavia castrar os gatinhos poderia ser a forma mais humana de diminuir a quantidade deles nas ruas.

gato-mal-humorados-1

Fontes: theguardian/veja    Imagens: uol/petrede/loucadosgatos

Comentários

Novidades

Topo