Cientistas utilizam células-tronco para desenvolver óvulos férteis saudáveis a fim prolongar a vida fértil das mulheres

Mulheres que decidem engravidar mais tarde se sentem correndo contra o relógio biológico. Após os anos 20, relatos de diminuição da fertilidade feminina começaram a surgir, e engravidar após os 35 anos parecia uma tarefa árdua. Apesar disso ter mudado um pouco com as tecnologias na saúde, as mulheres tinham medo de não conseguir ter um filho mais tarde. Agora, um tratamento de fertilidade da empresa de biotecnologia OvaScience pode mudar tudo isso, tornando muito mais fácil para as mulheres ter um bebê com 40 anos ou mais.

Ao longo dos últimos 20 anos, milhares de mulheres que lutaram para engravidar se voltaram para a fertilização in vitro (FIV), um procedimento em que os médicos coletam óvulos e esperma dos pais e fertilizam os óvulos em laboratório, para em seguida, implantar vários embriões no útero da mulher. A maioria das mulheres submetidas a FIV tem sucesso de 20 a 35 por cento, além de serem caros.

O OvaPrime, o tratamento criado por pesquisadores da OvaScience, agiria na fertilidade de uma mulher muito antes de um óvulo amadurecer. Durante décadas, os cientistas pensavam que uma mulher nasce com todos os óvulos que ela poderia ter, mas, em 2004, os pesquisadores descobriram células precursoras de óvulos – as células-tronco em ovários, que se tornam óvulos férteis em camundongos. O tratamento OvaPrime remove células precursoras de óvulos de uma mulher e os coloca em uma parte diferente do ovário em que eles podem amadurecer em células saudáveis. E uma vez que as células-tronco são as células mais jovens no corpo, elas não estão danificadas pelas mudanças biológicas que podem causar mutações. Os médicos podem, em seguida, remover os óvulos saudáveis ??e realizar um procedimento de fertilização in vitro típico, teoricamente produzindo uma maior taxa de sucesso.

ovulo

Claro que o tratamento OvaPrime não permite que uma mulher tenha filhos em qualquer idade avançada, pois após a menopausa, o corpo de uma mulher para de produzir óvulos, portanto, as células precursoras de óvulos ou a forma como eles amadurecem seria interrompido e o tratamento não iria funcionar. Ainda fora do mercado, se esse tratamento fizer o que promete, ele poderia permitir que as mulheres tenham filhos com 40 ou até mesmo 50 anos.

ban da biet het ve su rung trung

Fonte: popsci    Imagens: khoahoc/sinhcon khamtiensan