Curiosidades

Atenção homens com genitália pequena! Vejam as técnicas que podem alongar seu “amiguinho”

O tamanho do genital masculino sempre é assunto de destaque quando se fala em relação a dois. Os homens são os que estão mais incomodados com essa questão por acreditar que o tamanho pode influenciar no prazer feminino o que na verdade está mais relacionado com o envolvimento do casal em si do que com o tamanho! Não é à toa que existem várias técnicas e procedimentos cirúrgicos estéticos ou não para ajudar homens que acreditam ter o genital pequeno e buscam alternativas para aumentar de tamanho. Na verdade, a maioria dos homens que procuram essas técnicas apresenta tamanhos normais, entre 10,5 cm a 17,5 cm em estado ereto, de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia. Todavia, existe o chamado micropenis que mede 4 cm flácido e não chega a 7,5 cm ereto e nestes casos pode ser recomendado uma cirurgia para tentar melhorar a sua função sexual. Vamos entender alguns procedimentos e/ou técnicas para o alongamento do genital masculino:

1 – Bioplastia peniana

É um procedimento simples, não há cirurgia e consiste na aplicação de biomateriais compatíveis com o corpo, na maioria dos casos é utilizado o ácido hialurônico ou a própria gordura do paciente para o engrossamento do genital, ou seja, esse procedimento tem o objetivo de aumentar a circunferência, inclusive o seu volume. É rápido, apenas 30 minutos e faz sob anestesia, porém o procedimento só pode ser indicado depois de uma análise criteriosa realizada por profissional médico capacitado, contudo a recuperação é rápida.

2 – Cirurgia do ligamento suspensor ou Faloplastia

É um procedimento cirúrgico sob anestesia para aumentar o tamanho em comprimento do genital masculino. É realizado um corte do ligamento suspensor do genital que prende o corpo peniano ao osso púbico. Após esse procedimento o órgão fica mais para fora proporcionando um aumento de 1 a 2 cm em estado flácido. A cirurgia dura em média 60 minutos e após isso o paciente deve utilizar um extensor peniano para garantir a cicatrização adequada e não retraí-lo durante esse período. Atenção: No Brasil esse procedimento é considerado experimental pelo Conselho Federal de Medicina e por isso deve ser realizado por médicos e profissionais capacitados!

3 – Lipoaspiração do púbis

Procedimento para a retirada de gordura da região pubiana. Muitas vezes a gordura acumulada nessa região esconde boa parte do corpo peniano e sua retirada provoca uma boa visão estética e de aumento. É realizada geralmente sob anestesia local, dura em média 40 minutos, não precisa de internação e possui uma boa recuperação.

4 – Teia peno escrotal

Também é um procedimento cirúrgico que reposiciona a implantação da bolsa escrotal na base do genital deixando-o esteticamente melhor. Indicado para os casos onde a bolsa escrotal fica muito alta e próxima a glande o que deixa o corpo peniano escondido e dando uma aparência de pequeno.

needle_2212555b-e1336489872956

5 – Aplicação de substâncias

Botox: Existe um estudo sobre a aplicação de toxina botulínica na túnica dartos, uma camada que fica entre o escroto e a pele do genital que faz o órgão se retrair em períodos frios. Pacientes que realizaram essa técnica relataram uma melhora aparente na flacidez.

Poliacrilamida (Hidrogel): Há uma promessa no aumento de 4 cm na circunferência peniana, mas ainda há uma carência nesses estudos e precisa ter muita cautela nessa aplicação por causar riscos a saúde, tendo em vista que pode ocorrer deformidades, embolia e necrose (mortes dos tecidos).

6 – Depilação

Claro que a depilação não vai aumentar ou alongar o genital masculino, porém pode deixá-lo visualmente mais alongado e com uma espessura maior. Isso porque os pelos acumulados na região pubiana podem esconder o corpo peniano dando uma falsa visão do tamanho e tornando-o pequeno, por isso os cuidados com a higiene e uma boa depilação podem ajudar a manter uma melhor visão estética.

Portanto, existem várias técnicas e procedimentos que ajudam a melhorar esteticamente o órgão genital masculino, todavia, a escolha de cada procedimento deve ser realizada somente pelos profissionais especializados e capacitados, médicos com referência nos procedimentos e experiência, além disso, realizar uma criteriosa avaliação antes de qualquer procedimento, pois muitos casos apenas são necessários uma conscientização e que os casos extremos é que devem ser submetidos a tais procedimentos.

mulher-processa-o-marido-por-ter-micropenis

Fontes: mulhercirurgia/portale  
Imagens: acapa/ medicin

Comentários

Novidades

Topo