Comportamento

Você só toma banho quente? Aqui estão 6 razões para abandonar de vez esse hábito

Quem é fã de banho quente logo levanta a bandeira mostrando seus benefícios. Há quem diga que o banho bem quente causa sensação de relaxamento no corpo, graças a dilatação dos vasos sanguíneos, que faz fluir melhor o sangue e o oxigênio. Em um momento de cansaço o banho quente atenua as contrações musculares, pois a temperatura mais elevada faz com que a circulação sanguínea seja ativada para levar mais oxigênio à área em questão, diminuindo as tensões. E ainda abre os poros ajudando o corpo a se livrar das células mortas, favorecendo a  regeneração da pele.

Só que, tomar banho quente todos os dias, como muitos estão acostumados, pode detonar com sua saúde da pele e cabelos em poucos dias.


1- Pele áspera

pele-aspera

Apesar de esse ser um momento de relaxamento, o banho quente pode prejudicar a beleza e a saúde da pele, pois o intenso calor da água promove ressecamento e agrava problemas pré-existentes. Isso acontece porque a água, aquecida em torno de 40ºC, elimina o manto de gordura presente na primeira camada da pele. Essa camada de oleosidade que produzimos naturalmente ajuda a manter a integridade do tecido, a hidratação e também protege de agressões externas, como o vento e o sol.  A água superaquecida remove a oleosidade natural da superfície da cútis, responsável por sua hidratação natural. Com isso, o ressecamento é estimulado e ainda podem surgir coceiras e irritações.

2- Coceira e brotoejas

dermatite-atpica

A pele tem uma camada natural de proteção, composta basicamente por água e lipídios (gordura), que promove a hidratação cutânea natural, tornando a pele mais resistente às agressões externas. Essa camada protetora é removida quando água muito quente entra em contato com a pele. O banho prolongado e o uso de buchas promovem remoção ainda mais intensa do manto hidro-lipídico. Sem a camada emoliente e protetora, a pele fica ressecada e sensível, havendo aparecimento de vermelhidão, coceira e ardência. É comum que pessoas que estão sempre optando pelo banho mais quente, sofra com a urticária aquagênica. O problema afeta principalmente pessoas de idade mais avançada, pois à medida que a pele vai envelhecendo, ela vai perdendo um pouco de sua hidratação.

3- Má digestão
má-digestão

Depois de uma refeição, a circulação sanguínea aumenta na região abdominal, ou seja, nosso sangue se dirige em grande quantidade ao sistema digestivo para auxiliar a digestão. Porém a água quente faz com que o sangue que deveria estar trabalhando no processo digestivo seja desviado à pele. Como resultado temos uma digestão mais lenta e mal estar.

4- Queda de cabelo e oleosidade

queda_cabelo

Quando o tempo está mais frio é que quando queda de cabelo se acentua, isso porque o frio gera uma vasoconstrição, que faz com que o bulbo capilar receba menos oxigênio e nutrientes. Mas não é só isso. A queda está também relacionada ao banho quente ocorre porque a água em alta temperatura remove a oleosidade natural dos fios e couro cabeludo. Com isso, ocorrem alterações da pele, levando a perda de fios capilares. Segundo os especialistas, a água quente pode provocar outros problemas como seborreia e irritações. Quando retiramos a oleosidade natural, o organismo começa um processo biológico para repor essa gordura de maneira rápida. Isso faz com que apareça a maioria dos problemas com o couro cabeludo e cabelo. Assim, o banho quente faz com que o couro cabeludo libere glândulas sebáceas acarretando um aspecto sujo e oleoso.

5- Caspa

Cabelo-com-caspa

A caspa é um problema que incomoda mais de dois bilhões de pessoas em todo mundo. Durante o inverno o problema se intensifica, pois o uso de água quente provoca o ressecamento da pele do couro cabeludo e aumento da produção da glândula sebácea. Essa mudança na hidratação natural resulta em maior retenção de células mortas e na descamação. Lavar o cabelo com frequência ajuda, e muito, a diminuir a caspa, pois evita a oleosidade excessiva. Porém, a alta temperatura estimula a produção de óleo e piora a descamação do couro cabeludo. O ideal é lavar a cabeça com água fria ou morna.

6- Cabelos opacos e ásperos

cabelo-ressecado

A água quente sensibiliza os fios e dilata as cutículas, deixando-os ásperos e opacos. Eles incham devido ao calor, ficam com as cutículas dilatadas, causando embaraçamento maior que o normal, além de ressecá-los. Terminar a lavagem dos fios com água fria tem um motivo especial: Ela realmente proporciona brilho aos cabelos, pois ajuda a alinhar as cutículas. E, uma vez alinhadas, refletem melhor a luz. À água fria também ajuda a selar as cutículas que são essenciais para manter protegidos os nutrientes do interior da fibra capilar.

Fonte: bonde/segredosdesalao/capricho/
minhavida/g1  Imagens: valeriasantos/remediocaseiro/emanuella/corteparacabelo/patricinha

⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Comentários

Novidades

Topo