Comportamento

Veja 5 razões importantes para deixar os sapatos do lado de fora de casa quando chega da rua

Muita gente já conhece o hábito que os japoneses possuem de tirar os sapatos antes de adentrarem em suas casas ou em casas alheias. Na entrada de qualquer casa japonesa, você encontrará o genkan (Pronuncie guenkan). Ele fica bem na entrada e é sempre um degrau abaixo da entrada principal. Os japoneses são muito supersticiosos e acreditam que além da higiene física do ambiente, se tem também “higiene espiritual“. Eles acreditam que ao retirar os sapatos, eles se libertam de todas as “energias impuras” lá de fora, da rua. Tirando os sapatos sujos e deixando-os na “genkan”, você não deixará que essas energias invadam a harmonia do seu Lar.

Este não é costume aqui no Ocidente e muito menos no nosso país. Pouquíssimas pessoas pedem para suas visitas ou tem este costume de deixar sapatos na entrada quando chegam da rua. Mas o fato é que este costume deveria ser mais praticado em todas as casas do mundo.


É um hábito realmente necessário?

Podemos dizer que sim, é necessário. O motivo está longe de crenças e costumes culturais e tem a ver com a higiene.  Você já parou para pensar em quantos germes e bactérias você traz todos os dias na sola do seu sapato para dentro de casa? Um piso de banheiro público, por exemplo, contém 2 milhões de bactérias por polegada quadrada – o que acontece se você pisar num ambiente desse e depois entrar em casa sem tirar os sapatos?

Um estudo da Agência Nacional de Proteção Ambiental dos EUA (EPA), alerta para o fato de que 96% dos calçados de quem caminha pela rua têm contato com todo tipo de germes e bactérias. Isso quer dizer que possivelmente todo mundo chega com o sapato imundo em casa. De acordo com a pesquisa, a Escherichia Coli é a bactéria mais comum que vem da rua para nossas casas. A E. Coli habitam normalmente no intestino humano e de alguns animais, e por isso a presença desta bactéria na água ou nos alimentos se deve à contaminação com fezes. As bactérias E. Coli presentes no intestino humano não causam problemas de saúde, mas quando outros tipos desta bactéria entram no organismo, elas podem causar doenças como a gastroenterite e infecção urinária, por exemplo.

Veja a seguir algumas razões para você passar a ter o costume de deixar os sapatos fora de casa.

blogdilifestyle_9e0bd14b29bd771a34e0a39f2b0b3b34

  1. Diminui o risco de se expor a toxinas.

Pesticidas, fertilizantes e poluentes industriais, são algumas das substâncias que os sapatos levam para a sua casa. Estes resíduos podem se tornar fontes de exposição a crianças ou animais de estimação. A EPA realizou um estudo de capachos, que mostrou que substâncias químicas nocivas como o pó de chumbo, foram levadas para o lar apenas porque o capacho foi usado para limpar os sapatos quando se chegava em casa. Com isso, podemos concluir que deixando seus sapatos na porta, você irá eliminar grande parte da quantidade de resíduos tóxicos que poderiam entrar na sua casa.

  1. Diminui a quantidade de bactérias que você carrega em sua casa.

Um estudo realizado pelo Dr. Charles Gerba, um microbiologista e professor da Universidade do Arizona, encontrou uma média de 421.000 unidades de bactérias nas solas dos sapatos. Algumas das bactérias foram isoladas e assim descobriram que entre elas estavam a Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae e Serratia. Estas bactérias são bem perigosas e provocam infecções graves. Não importa onde você more, se você frequenta banheiros públicos ou sai só para dar uma volta com seu cachorro por uns minutos, existe uma boa chance de você ter pisado em alguma matéria fecal. Optar por andar sem sapato dentro de casa, irá proteger você e sua família de uma possível exposição a bactérias nocivas à saúde.

  1. Diminui a probabilidade de infecções nos pés.

Algumas micoses como o pé-de-atleta por exemplo, se prolifera em ambientes escuros, úmidos e quentes, tornando pés suados alvos dentro dos sapatos. De acordo com a Academia Americana de dermatologia, este tipo de micose não ocorre entre as pessoas que andam mais tempo descalças. Umidade, transpiração e falta de ventilação adequada dos pés apresenta o cenário perfeito para o fungo do pé de atleta crescer.

pie

  1. Acabou o chulé!

Quando seu pé suado está com um sapato, cria-se um ambiente propício para bactérias como a Estafilococos aureus crescer e fazer a festa na pela morta dos seus pés. Como essas bactérias metabolizam a pele morta, o chulé surge.

  1. Diminui o risco de lesões.

O pé é uma estrutura complexa feita de 26 ossos, 33 articulações, 120 músculos e ligamentos, e mais de 7.000 terminações nervosas. Sapatos interferem o processo natural da pisada e podem promover a fascite plantar, joanetes, unhas encravadas, calos, e neuroma de Morton. Andar descalço, fortalece a musculatura dos pés, tornozelos e panturrilhas, que, por sua vez, ajuda a prevenir lesões e doenças degenerativas relacionadas aos sapatos.

Fonte: sossolteiros/terapiasparatodos/tuasaude/japaoemfoco  Imagem: saudeexercicio/enlaceveracruzano/blogdilifestyle

Comentários

Novidades

Topo