Curiosidades

Triturar comprimidos ou retirar conteúdo das cápsulas: Nunca, jamais, em hipótese alguma, faça isso!



A escolha da forma que um medicamento é fabricado não é definido sem razão. Os fabricantes consideram, entre outros fatores, as condições de transporte e armazenamento (espaço, volume, praticidade); a estabilidade do medicamento (ou seja, a garantia de que o princípio ativo não sofrerá nenhuma interferência ou transformação que comprometa sua passagem para o sangue ou o seu efeito); a aparência e sabor do princípio ativo e demais constituintes; e a precisão da dosagem. Toda alteração feita no medicamento pode acabar afetando sua eficácia.

Muitas pessoas optam por abrir a cápsula do medicamento e ingerir apenas o pó, para que fique mais simples de engolir, principalmente quando são idosos ou crianças com dificuldade de deglutição. No entanto, essas cápsulas são idealizadas com a função de proteger a mucosa da boca e do esôfago do contato com a medicação, para que ela possa agir de forma lenta, garantindo sua eficácia. Para alguns medicamentos, a remoção da cápsula pode ter consequências como vômitos e esofagite, inflamação da mucosa do esôfago.


Outro erro comum das pessoas é triturarem o comprido ou cortá-lo ao meio, práticas que também podem interferir na absorção do princípio ativo pelo organismo. Segundo os especialistas, os únicos comprimidos que podem ser cortados ao meio são aqueles que possuem uma linha no meio, desenhada inclusive para facilitar o corte. Ao partir um medicamento que não foi fabricado para tal, ele se despedaça, se espalha e a dose ingerida perde sua precisão. Além disso, caso não seja partido em uma superfície limpa, ainda se aumenta o risco de contaminação com outros materiais, bem como bactérias e fungos. Outro problema é que muitas pessoas não guardam a outra metade com o cuidado necessário e se guardados em uma caixa contendo vários medicamentos diferentes, há o risco de confundi-los e tomar um comprimido trocado, tomando o dobro da dose de um e não tomando o outro, por exemplo. Assim, os medicamentos devem ser ingeridos inteiros, da maneira como vieram na cartela.
pills

Os problemas em triturar o medicamento são muito parecidos com o de ingerir o remédio fora da cápsula. O corpo poderá absorvê-lo mais rápido do que deveria, levando a uma intoxicação. O desenho do comprimido foi feito para facilitar a ingestão da quantidade necessária de medicamento e o contato do comprimido com o ácido gástrico deve dissolvê-lo e quebrá-lo em partículas que serão absorvidas. Se houver maior dificuldade para ingerir o comprimido, converse com o seu médico para buscar formulações alternativas.

Fonte: minhavida/phresponde  Imagens: mymvc/valerieberkowitz/
Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.