Alimentação

Pratos pelo mundo que usam de absoluta crueldade com os animais. Só para fortes, MESMO!



A questão de sacrificar animais para consumo humano já é mais do que discutida e envolve desde “veganistas” a carnívoros assumidos. Mas o fato é que a maioria de nós se vê seduzido por um belo churrasco ou um bife bem preparado e, na verdade, nem nos damos conta de que aquela refeição contou com o sacrifício de outros animais. No entanto, algumas culturas pelo mundo passam dos limites quando se trata de preparar e servir alimentos à base de carne animal. Vários pratos pelo mundo contam com altos níveis de crueldade que muitas vezes são feitas diante dos olhos do consumidor.

Veja abaixo, uma lista de pratos que são preparados com crueldade e que vão te deixar um pouco assustado.


1- Feng Gan Ji

Feng-Gan-Ji

O significado literal deste prato de origem tibetana é “frango seco ao vento”. Para prepara-lo é preciso ter muita habilidade em lidar com frangos, pois o chef vai arrancar suas penas, tirar suas vísceras, inserir temperos e costura-la em uma velocidade impressionante, pois o frango precisa estar vivo quando será pendurado ao vento para secar.  A ave é amarrada de cabeça para baixo ainda viva para que possa secar ao vento e chegar ao ponto de finalizar o preparo.

2- Monkey Brain

monkey-brain

O cérebro de macaco é uma iguaria chinesa bastante tradicional e consumida por muita gente. O cérebro é consumido normalmente cru. Para consumir esta iguaria a preparação é bizarra e assustadora. A mesa tem um buraco no meio com tamanho suficiente para permitir que a cabeça do macaco possa passar. Quando o animal põe sua cabeça pelo buraco as pessoas quebram seu crânio, despejam óleo quente e, em seguida, usa uma colher de prata para alcançar o cérebro e comer naquela hora mesmo. O macaco ainda não “morreu” e continua se debatendo e gritando.

3- Ortolan

ortolan

Em países europeus, como na França, uma simpática ave conhecida por lá como Ortolan e aqui no Brasil como Sombria é servida como prato principal em diversos restaurantes.  Tudo estaria bem se não fosse pela forma como o animal é preparado para tal. Dizem que depois de capturar a ave na natureza, os olhos do animal são furados com uma pinça e eles são condicionados a uma gaiola com espaço mínimo de forma que não podem se mexer. A ave é agressivamente alimentada com uma dieta pesada à base de milho, uva e figos até que alcance pelo menos quatro vezes mais o seu tamanho e seja então afogada em uma taça de Armagnac (uma espécie de conhaque). Em seguida o ortolan já morto é assado para que o consumidor possa degusta-lo inteiro, inclusive os ossos e as vísceras. Segundo informações, o conhaque nos pulmões explode com a mordida, o que, dá um sabor especial ao prato.

4- Huo Jia Lu

Huo-Jia-Lu

O nome do prato tem tradução de “burro vivo”. Até onde se sabe, é preparado, principalmente, na China, onde o consumo de carne de burro é comum. O ritual é bizarro: um burro tem suas pernas amarradas e seu corpo e pressionam seu corpo, enquanto os chefs de cozinha cortam seu corpo cru para servir imediatamente. O pobre animal ainda grita enquanto as pessoas consomem sua carne. O pior é que segundo relatos, o “divertido” é exatamente comer a carne do animal que ainda está vivo e urrando de dor.

5- San Zhi Er

San-Zhi-Er

A tradução para este prato chinês é, literalmente, “três gritos” e mais adiante você vai perceber porquê. Para “saboreá-lo” é preciso ter ratinhos recém-nascidos, hashis, temperos e coragem. Primeiro é preparado um molho que leva sal, pimenta, molho de hoisin e ervas à gosto. Os bebês são levados ainda vivos à mesa, e são segurados com os hashis (primeiro grito), depois são embebidos no molho até que comecem a afogar (segundo grito) e então são levados diretamente para a boca (terceiro e último grito). A receita é simples e não é para qualquer um!

6- Grilled Little Lamb

Grilled-Little-Lamb

Mais cruel impossível! Uma ovelha grávida é morta e temperada ainda com o feto dentro. O animal é assado inteiro no carvão em brasas. A carne da mãe não tem muito valor, o que é altamente apreciado é a carne do bebê que estava sendo gerado. Segundo informações é uma carne tenra e muito saborosa. O prato é servido é grandes restaurantes asiáticos.

Fonte: chinawhisper/telegraph/clickgratis  Imagens: dzh/congly/
Comentários

Novidades

Topo