Doenças

A ciência explica porque ficamos super irritados quando estamos com fome

A ciência explica porque ficamos super irritados quando estamos com fome
Esse texto foi útil para você?

“Quero muito saber por que a gente fica nervoso quando está com fome. Ou quando estamos comendo e precisamos interromper a refeição!” (Luan Carlos)

Luan, com certeza você já ouviu alguém dizer: “Que cara feia é essa, está com fome?” ou “Dá logo comida para ele se não ele vai ficar estressado”. Pois é, essas comparações da fome com o nosso humor são completamente verdadeiras e tem uma explicação bastante científica. Sabemos que o nosso organismo produz substâncias neurotransmissoras que agem no nosso corpo levando informações sobre as sensações, trazendo bem-estar, aliviando dores, que agem na pele, entre outras, todavia, quando essas substâncias estão em pequena quantidade ou na sua ausência alguns efeitos adversos podem ser relacionados, como a raiva, a ansiedade, o estresse, a tristeza, entre outros.


De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Cambridge foi verificado que a irritabilidade e o estresse estão relacionados com as flutuações dos níveis de serotonina no cérebro, ou seja, quando você está com fome o nível desse neurotransmissor cai bastante acarretando o estresse e o mau humor. A serotonina é uma substância importante que age no nosso corpo levando informações entre os neurônios e que ajuda a regular o nosso comportamento, além de melhorar o nosso sono, o humor, a saciedade e nos trazer bem-estar e prazer.

Quando estamos com muita fome esse neurotransmissor está baixo no nosso organismo o que afeta diretamente as regiões cerebrais responsáveis por controlar a nossa raiva e por isso quanto mais demorar a comer mais ficamos irritados e nervosos, principalmente quando realizamos uma refeição e alguém nos atrapalha bem no meio dela, isso leva ainda mais a irritabilidade e o mau humor, tudo isso porque é neste momento que a serotonina ainda está sendo secretada em nosso cérebro para que o prazer comece a agir no nosso corpo e, portanto ainda não estamos saciados.

com fome

A pesquisa de Cambridge revelou que os baixos índices de serotonina provocam comunicações fracas entre regiões específicas do sistema límbico emocional do cérebro e os lobos frontais. Ou seja, quando o nível deste neurotransmissor está baixo pode ser mais difícil para o córtex pré-frontal de controlar as emoções, como a raiva e com isso afetar drasticamente o seu humor causando certo desconforto nas relações sociais.

Mas não se preocupe, pois os níveis de serotonina são rapidamente normalizados assim que realizamos alguma refeição, principalmente aquela bem deliciosa ou quando comemos algo muito saboroso, isso facilita a produção da substância que depois de poucos minutos já estamos com uma sensação de enorme prazer! Portanto, nunca deixe uma pessoa estressada com fome, caso contrário sofrerá as conseqüências!

Fontes: abril/universia/minhavida  Imagens: psychotherapist/piensaesgratis/midiagospel

 


Comentários

Novidades

Topo