Mania de morder bochecha é um fator de risco para câncer bucal

“Eu tenho o costume de morder as bochechas e vi num site que causa câncer, mas não sei se posso confiar em tudo que a gente escuta, então queria que vocês postassem algo sobre isso. Seria legal. Essa mania compulsiva não me deixa em paz.” (Maria Souza)

Maria, muitas pessoas realmente têm essa mania de morder o interior das bochechas. Para alguns, isso se caracteriza como um famoso “tique”, que são movimentos ou sons breves involuntários e repetitivos, que fazemos sem objetivo claro. Eles podem representar nervosismo em excesso, ou até mesmo ter relação com quadros de estresse.

O que não nos atentamos ao manter essas manias, é que algumas delas podem até mesmo prejudicar a nossa saúde. Roer unhas, por exemplo, é um péssimo hábito. Imagine você, as suas mãos que passam por todos os lugares como teclados, portas, animais e depois são levadas a boca, podendo desenvolver uma infecção, ou problemas no estômago.

morder-bochecha

Falando especificamente do hábito de morder o interior da bochecha, ele pode sim ser um fator de risco para o câncer bucal. Não que o hábito cause diretamente o problema, mas pode ser um fator agravante para tal, pois lesiona a mucosa bucal, causando úlceras orais que podem evoluir para algo mais grave.

Os fatores mais específicos para o câncer bucal são a exposição excessiva ao sol, fumar cachimbos, mascar fumo, consumo de álcool e uma má higiene bucal. Para prevenir um risco futuro, é importante procurar um dentista e pedir uma avaliação a respeito da boca, e principalmente da bochecha. Saber o motivo de tal hábito seja ele estresse ou outras questões são essenciais para acabar com o mesmo.

Fonte: escolhainteligente/canceronline/esteticaeclareamentodental/wolkseger/minhavida/farmaciasaude/inca  Imagens: saudedicas/odontames