Anomalias e doenças

Fique longe de gente “azeda”! Estudos comprovam que estresse, grosseria e mau humor são contagiosos



Vivemos num mundo totalmente estressado devido às intensas horas de trabalho e correrias do dia-a-dia, com pouco tempo para o descanso e o lazer levando muitas pessoas a ficarem doentes devido o cansaço físico e mental causado pelos altos níveis de agitação, estresse, atividades, cobranças, metas, etc. O que muitas pessoas ainda não dão conta é que o estresse, o mau humor e a grosseria podem ser contagiosos e podem nos deixar doentes, como também influenciar nossa vida em sociedade. Isso mesmo, a grosseria é contagiosa e pode ser transmitida pelas pessoas umas as outras.

É muito fácil perceber quando uma pessoa está irritada ou estressada, ela começa a falar muito alto, muitas vezes grita, é mal educada e não consegue controlar suas crises de fúria e raiva demonstrando sentimentos descontrolados nas pessoas ao seu redor, principalmente nos ambientes de trabalho e em casa. Todo estresse, mau humor e irritabilidade pode ser sentido por todos a sua volta, pois somos influenciados pelos sentimentos alheios e nosso subconsciente consegue captar essas emoções fazendo com que transmitamos os mesmos sentimentos.


Para explicar esse fenômeno contagiante, alunos da Universidade da Flórida realizaram um estudo para saber se a grosseria era contagiante entre as pessoas. A pesquisa foi realizada com estudantes envolvidos num curso de negociações ao longo de um período de sete semanas envolvidos em 11 exercícios que deveriam desenvolver com parceiros. Ao final da pesquisa, ficou claro que a grosseria e o estresse causado por cada participante era contagiosa e influenciava negativamente as outras pessoas. Isso porque cada participante e seu parceiro que era grosseiro numa negociação, assim que trocava de parceiro a grosseria sofrida na negociação anterior era transmitida para os próximos parceiros e consequentemente para as futuras negociações. Ficou evidente que quando o negociador via o parceiro sendo grosseiro quando ia para a próxima negociação o outro parceiro percebia que o mesmo já estava alterado e começava a ser grosseiro também.

mulher-mau-humor-1345497168414_615x300

Em nenhum momento da pesquisa foi solicitado ou instruído para que os participantes fossem grosseiros ou estressados, porém o estresse foi sendo medido a partir da evolução das próprias negociações que muitas vezes poderiam demorar dias e semanas. Além disso, o que chamou a atenção dos pesquisadores é que mesmo com um intervalo de sete dias entre as negociações e seus parceiros, a grosseria vivenciada na negociação anterior não era esquecida e com isso os negociadores continuavam sendo grosseiros nas negociações seguintes.

Portanto, assim como a felicidade e alegria pode ser contagiante apenas com um breve sorriso; o mau humor, o estresse e a grosseria também são contagiosos e pode influenciar diretamente as pessoas a sua volta, principalmente no ambiente de trabalho onde somos cobrados por metas e objetivos que devem ser alcançados. Por isso o mais importante é manter a calma sempre, tentar não ser grosseiro com as pessoas e procurar ser o mais educado e tranquilo possível nas situações de pressão para tentar garantir bons resultados e não contaminar toda equipe e/ou sua família!

img_1_34_7150

Fontes: iflscience/minhavida/scielo  Imagens: lucasrmartins/bonde/uol
Comentários

Novidades

Topo