“Eu não sabia que estava grávida”. Obstetra explica como algumas mulheres passam pela gestação sem perceber

Parece coisa de filme, mas não é. Apesar de não ser frequente, existem casos de mulheres que não se deram conta de que estavam grávida até chegar a hora do parto. EM muitos destes casos, as mulheres menstruam normalmente, não sentem enjoos e quase não apresentam barriga. O pior é muitas vezes, passam a gestação fazendo uso de bebidas alcoólicas, fumo e até fazendo exames de raio-x.

A obstetra e ginecologista Karina Zulli, do Hospital e Maternidade Rede D’Or São Luiz, disse ao site Bolsa de Mulher que quando as mulheres não percebem que estão grávidas, apresentam sintomas discretos de gravidez e estão desatentas, não cogitando probabilidade de estarem grávidas, elas acabam não percebendo a gestação. A barriga dessas mulheres não se desenvolve como vimos normalmente, ou cresce muito pouco, a ponto de pensarem que apenas engordaram. “Até cerca de três meses de gestação o útero está na altura do ossinho da púbica. Depois disso, ele passa a se projetar para fora. Porém, a paciente que tem um pouco mais de gordura abdominal pode não perceber o crescimento uterino. Além disso, algumas pacientes têm a pélvis mais larga, então, ao invés de crescer para frente, a barriga cresce em largura.”, diz doutora Karina.

Por que menstruam?

Um dos primeiros sintomas de gravidez é a ausência de menstruação, mas algumas mulheres têm sintomas que semelhantes a menstruação. A especialista explica que normalmente durante a gestação, o endométrio cobre o colo uterino para que a gestação aconteça em seu interior. No entanto, em algumas mulheres, o endométrio não chega a cobrir o colo por completo, resultando em vazamentos de sangue que ocorrem por conta da descamação de parte da parede uterina. Isso acontece por conta do aumento da progesterona, e, como o sangue escapa a cada três ou quatro semanas, a mulher pensa que está menstruando. Mas este sangramento é diferente e vem sempre em quantidade menor.

Outros sintomas

Muitos outros sinais comuns durante a gestação, como enjoos, sono, cansaço, dores do seio, desejos, tonturas e desmaios, são sintomas que variam de mulher para mulher, podendo ser, em alguns casos,  muito fracos ou até mesmo inexistentes. “Existe um perfil de mulher que, mesmo sabendo que está grávida, não apresenta os sintomas. Isso gera até certa angústia, porque ela está louca para sentir algum sinal e vivenciar aquela experiência”, relata a obstetra.

teste-gravidez-indesejada

Fator emocional

Uma  mulher que não pensa na possibilidade de estar grávida vai camuflar ou ignorar os sintomas. Se sente tontura, pensa que a pressão caiu; se tem dor no seio, acha que é porque vai menstruar; se sente sono em excesso, é porque tem trabalhado demais.

Mesmo assim, é muito raro que uma mulher só descubra que está grávida no momento do parto. Isso porque entre a 20 e 25 semanas ela já começa a sentir alguma coisa mexer e um desconforto diferente, mas muitas delas não percebem que trata-se de uma gestação, mesmo aquelas que já tiveram filhos outras vezes. De acordo com a especialista, o desconhecimento pode acontecer ou por falta de informação ou por negação. “Na hora em que se deu conta de que poderia estar grávida, a mulher pode ter ficado com medo de admitir, talvez por uma questão social envolvida, por não saber quem é o pai, por ter medo da reação da família, etc., e acabou escondendo. Salvo uma limitação importante de informação, é extremamente raro a criança chutar na barriga e a mãe achar que é só movimentação intestinal”, esclarece.

Segundo recomenda a obstetra, assim que descobrir que está grávida, a mulher deve procurar um médico especializado e passar por todos os exames necessários.

Fonte: bolsademulher  Imagens: bolsademulher / discoverymulher