Curiosidades

As estrelas cadentes caem todos os dias? Entenda porque estes corpos celestes não são estrelas

“São todos os dias que caem estrelas cadentes?”  (Ana Flávia Sanches)

Bem Ana Flávia, primeiramente elas não “caem”, até porque aquilo que chamamos de estrela cadente, na verdade não são estrelas. O rastro de luz que vemos no céu, e que dura breves instantes, tratam-se de meteoros que, ao colidir com a atmosfera terrestre, acabam se tornando incandescentes e desintegrando-se devido ao atrito com a camada de ar que envolve o planeta Terra. Em outras palavras, as estrelas cadentes são rochas espaciais, que se desprendem de algum cometa ou asteroide, e acabam colidindo com a Terra a uma altíssima velocidade. Mas como isso acontece?


Há duas fontes para a formação desse fenômeno: os cometas e os asteroides. No espaço, os cometas orbitam ao redor do sol, e ao passar próximo desta estrela, acabam perdendo algumas partes, que se desprendem do cometa, mas continuam seguindo sua órbita. Esses fragmentos, chamados meteoroides, ao colidirem com a Terra, geram as estrelas cadentes. No caso dos asteroides, existem milhares de rochas, de diversos tamanhos, entre as órbitas dos planetas Marte e Júpiter. Essas rochas, ao colidirem entre si, podem gerar fragmentos que são arremessados em direção a Terra, ou então a força gravitacional de algum planeta contribui para que estes meteoroides cheguem ao nosso planeta, surgindo as estrelas cadentes.

eac41ba71671dcc4ebd68b85e874df4f-d508m5y

E com que frequência isso ocorre?

Todos os dias uma quantidade enorme de rochas atingem a superfície de nosso planeta, mas em sua maioria são muito pequenas e desintegram-se antes mesmo de atravessar a atmosfera terrestre. Apenas algumas rochas atravessam a atmosfera a ponto de ser possível avistar aquele lindo brilho, e pouquíssimas conseguem atingir o solo. A esses meteoros que atingem o solo dá-se o nome de meteorito, que podem causar grandes impactos na superfície da Terra (gerando crateras, por exemplo), mas que são de importância fundamental para os cientistas estudarem as origens e características das rochas espaciais. E Ana Flávia, se você quer observar uma estrela cadente, mesmo que nem todas as milhares de rochas que atingem a Terra todos os dias nos permitam vê-las, tenho algumas dicas pra você.

Como a órbita desses astros e da Terra são conhecidas, astrônomos conseguem prever quando haverá uma chuva de meteoros, ou seja, conseguem dizer quando estes fragmentos de asteroides e cometas colidirão com a Terra. Para ver estrelas cadentes, além de acompanhar essas previsões, é importante estar longe da poluição das luzes das cidades e procurar localizar a região específica do céu nas quais elas surgem (chamadas radiante). Para melhor orientação dos observadores, os astrônomos deram as estrelas cadentes nomes semelhantes as constelações por quais elas passam, sendo possível baixar aplicativos no celular para localizar as constelações e observar este fenômeno. Daí é só ter paciência e esperar para fazer o seu pedido!

shooting-star

Fontes: uol/cdcc/revistagalileu/mundoestranho/
cienciahoje/terra   Imagens: pt/fromplaygroundstopolitics/nabhan

⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Comentários

Novidades

Topo