Você tem mania de balançar as pernas o tempo todo? Então você pode estar sofrendo de  uma desordem neurológica ligada distúrbios do sono

Parece que é uma mania sem importância, mas balançar as pernas o tempo todo, pode ser uma doença chamada de uma doença chamada Síndrome das Pernas Inquietas (SPI), também conhecida como Síndrome de Ekbom que é uma desordem neurológica em que a pessoa tem uma vontade incontrolável de mexer as pernas e as move involuntariamente, principalmente quando está sentada e durante à noite.

Muitos médicos tratam essa mania de balançar as pernas como um resultado do stress, ansiedade ou simplesmente, mania e ignoram que a pessoa possa estar sofrendo um transtorno. As causas as SPI são pouco conhecidas, sabe-se que estão ligadas a uma ausência de dopamina no cérebro que torna o paciente incapaz de controlar os movimentos e é um distúrbio psiquiátrico que pode estar relacionada a problemas como depressão, bipolaridade entre outros. Há uma relação também com a deficiência de ferro no organismo e em alguns casos de anemia. Na maioria das vezes a síndrome está relacionada a distúrbios do sono ou neurológico, pode causar com mais incidência em idosos, grávidas e pessoas com mais de 50 anos com quadros de estresse, insônia, depressão entre outros.

Mas atenção! Nem sempre a mania de balançar as pernas pode indicar um caso de SPI. O paciente que sofre da síndrome de pernas inquietas sofre “pinicamentos” ou sensação de formigamento e até uma leve dor. O ato de mexer as pernas está ligado a estas sensações, com o tempo se torna algo automático como uma reação das pernas para aliviar as sensações desagradáveis.

massage-restless-legs-syndrome

No Japão pessoas são repreendidas quando balançam as pernas

Em  japonês o ato de mexer as pernas é “Bimbo yusuri”  e a tradução ao pé da letra é  “pessoa pobre tremendo” ou “agitação de pessoa pobre”. Existe uma teoria de que o motivo deste “apelido” para a síndrome foi fundamentado em pessoas pobres, que desprovidas de posses para se aquecer adequadamente durante o inverno, tremiam as pernas para ajudar a afastar o frio. O que pode ser um hábito comum e banal para os ocidentais, é altamente repreendido no Japão. De acordo com os costumes no país, balançar a perna é um ato bastante grosseiro, pois sugere que a pessoa está impaciente ou nervosa, indicando não possuir autocontrole.

restlesslegsyndrome

Fonte: sandhillsneurologistsnipo/blogbrasil/webmd       Imagens: uol/bodyworks