Mulher

Veja 6 produtos de higiene pessoal que você tem em casa (e usa!), mas não fazem bem de jeito nenhum

O mercado na higiene pessoal está cheio de ofertas de produtos que prometem limpar profundamente ou proteger diversas áreas do corpo. Quem nunca optou por comprar um sabonete que tinha ação bactericida ao invés de um comum? Muitos destes produtos nos parecem indispensáveis e muitos de nós tem alguns deles ou todos eles em casa, mas na verdade não são assim tão indispensáveis para ajudar nos cuidados do corpo. Saiba quais produtos você usa, mas não fazem diferença alguma no seu corpo ou que podem até mesmo fazer mal.

1- Sabonetes antibacterianos

dicas-para-lavar-as-maos-corretamente-1


Nós já falamos aqui sobre os motivos para você parar de usar sabonetes antibacterianos. O fato é que o sabão antibacteriano deve seus riscos para saúde a um produto químico chamado triclosan, que foi originalmente usado como um agente de esterilização em hospitais. É o ingrediente ativo em aproximadamente 75% dos sabonetes líquidos e 30% das barras de sabonetes antibacterianas. O triclosan é um efetivo agente antisséptico, capaz de inibir o crescimento de bactérias e fungos quando utilizado em pequenas quantidades. Mas se os níveis desse produto químico são altos, ele provoca também a morte de outros organismos que encontra. Entrando em contato com a pele, elimina todas as bactérias, inclusive aquelas que são benéficas ao nosso organismo. Esse é um dos grandes problemas, afinal diversas dessas bactérias são necessárias para o bom funcionamento do nosso corpo.

2- Cotonete® (hastes flexíveis)

ouvido1

Esse todo mundo tem em casa. Mas a maioria usa o item de forma incorreta. O ideal é usar as hastes para limpar a parte externa da orelha sem aprofundar a ponta para dentro do ouvido, mas grande parte das pessoas tentam empurrar o cotonete até o máximo que a dor suportar. Isso está errado! O cotonete® pode causar uma lesão irreversível aos ouvidos, infecções e perfurações do tímpano, otites externas e sangramentos. Os especialistas dizem que o que o cotonete® faz na realidade é empurrar a cera de ouvido para mais fundo no ouvido (depois de empurrá-la para fora da escada rolante), onde ela fica presa em partes que não se limpam sozinhas.

3- Lenços umedecidos

lenços-umedecidso

Os médicos explicam que não é necessário o uso de lenços umedecidos todas as vezes que se vai ao banheiro. A maioria dos fabricantes de sabonetes íntimos propõem também os lenços umedecidos para completar a linha de produtos para a higiene íntima da mulher. Estes lenços são geralmente impregnados com uma solução de limpeza sem sabão, vitamine, aloe, álcool e outros aditivos que podem causar irritações e incômodos na área. O ideal é usar quando for evacuar e que o papel higiênico não está sendo suficiente para fazer a limpeza. De qualquer forma, se puder, opte por lavar com água ao invés de usar o lencinho umedecido.

4- Enxaguante bucal

enxaguante-bucal

De maneira geral, este produto não deve ser usado no dia a dia, por que a maioria deles possuem álcool na fórmula, além de outras substâncias químicas que podem prejudicar as mucosas da boca. O álcool, ataca a superfície das resinas, deixando-as mais porosas. Essa porosidade faz com que os corantes dos alimentos se depositem sobre elas e altere a cor inicial dos dentes, comprometendo a estética. Além disso, os enxaguantes reduzem a secreção salivar e aumenta o ressecamento e a descamação. Como consequência a saburra (aquela camada esbranquiçada que aparece na parte superior da língua) acaba aumentando e gerando a halitose.

5- Sabonete íntimo

cosmetico-sabonete-liquido-xampu-sabonete-intimo-higiene-intima-banho-limpeza-lavar-as-maos-mulher-lavando-a-mao-13841866

Já falamos sobre em outro texto que os sabonetes íntimos femininos aumentam a exposição substâncias prejudiciais e não devem ser usados com frequência devido a substâncias químicas prejudiciais, como ftalatos que podem alterar a ação hormonal e estão associados a sérios problemas de saúde. Além disso, os sabonetes íntimos usados com frequência modificam a cor e o cheiro naturais da região  íntima e podem gerar irritações no local. O ideal é usar dia sim, dia não, uma versão neutra, sem odor e sem coloração.  A verdade muitos ginecologistas garantem que o uso dos sabonetes íntimos é dispensável no dia a dia. Para eles a região genital não precisa de nada além de água, uma vez que uma vagina saudável libera uma combinação de fluidos e células que ajudam a eliminar substâncias infecciosas.

6- Protetor diário de calcinhas

protetor-diario

Usar protetor íntimo todos os dias é um erro e não só não faz bem como pode ser prejudicial para a saúde íntima. Esses protetores podem prejudicar a saúde íntima porque mantem a região íntima abafada, deixando-a mais quente e úmida e, consequentemente, transformando-a num meio de cultura de bactérias, o que favorece infecções genitais e corrimentos. Ainda existem versões que possuem perfumes e esse então jamais podem ser usados, pois podem causar alergias e reações na pele.

Alguns especialistas dizem que que há duas situações em que é válido usar o protetor de calcinha: dois dias antes do início da menstruação, o que impede que a mulher seja pega desprevenida, e nos últimos dias de menstruação, quando o fluxo é menor.

Fonte: minhavida/itodas/doutissima/info   Imagens: bolsademulher/zunkabitz/vidamaterna/dsoral/mulher/itaporanews

Comentários

Novidades

Topo