Ter relações na água sem preservativo pode engravidar?

“Eu e meu namorado tivemos relação na piscina sem camisinha. Eu posso ficar grávida?” D.M.

“Ter relação sem preservativo dentro da água pode engravidar? A camisinha aguenta?” Juliana

D.M. e Juliana, ter relações  na água pode engravidar SIM e também não libera o casal do risco de adquirir doenças. Para garantir a fecundação, o corpo da mulher vem programado com truques e estratégias. O órgão genital feminino é um canal envolvido por músculos longitudinais e circulares que se contraem quando o genital do homem é retirado, garantindo assim que maior quantidade possível de sêmen seja armazenado. Além disso, também para garantir a fecundação, o sêmen é composto por uma mistura de secreções testiculares, vesículas seminais, próstata e glândula de Cowper que inicialmente formam uma secreção gosmenta que ajuda a aderir às paredes do canal genital da mulher, segurando consigo o maior número possível de espermatozoides.

Mesmo dentro da água (piscina, rio, mar, etc…) todo mecanismo de “garantia de fecundação” vai funcionar. Se acontecer a ejaculação dentro do canal genital da mulher, a água não é capaz de entrar e “lavar” o sêmen. Mas se a ejaculação for na água, as chances de engravidar são praticamente nulas. Na piscina, por exemplo, os espermatozoides certamente morrerão em contato com o cloro. Mesmo se o casal praticar o coito interrompido (tirar o órgão antes da ejaculação), se uma única gotinha ficar dentro do canal genital da mulher, ela pode conter milhões de espermatozoides fortes o bastante para alcançar o óvulo.

Quanto ao preservativo, se ela for usada corretamente, não havendo rupturas, terá na água a mesma eficácia que tem fora dela. No entanto, o homem deve colocar o preservativo antes de entrar na água. Assim, como já foi dito ao contrário do que muita gente pensa, dentro da água também se transmitem doenças e pode-se engravidar. Por isso, não caia nessa!!

namorar-na-água-4

Pode ser perigoso!

Os riscos de ter relações dentro da água são muitos. Com o movimento da penetração, é bombeada água para o canal genital da mulher, que pode passar pelo colo do útero e chegar até as trompas, causando inflamação na região. Se isso acontecer, a mulher muito provavelmente sentirá dor após a relação, e deve procurar um ginecologista imediatamente.

 

Fonte: teens180/bolsademulher/bolsademulher  Imagens: huffingtonpostbolsademulher