O que eu faço? Não consigo parar de comer

A ansiedade é aquele nervosismo que antecede vários momentos da sua vida e que gera sensações estranhas, como um vazio no estômago, coração batendo rápido, aperto no peito, medo. Para alguns especialistas, é uma reação normal do organismo que acaba se tornando um problema quando vira uma reação compulsiva. O nome disso é “Transtorno do Comer Compulsivo” uma síndrome caracterizada por episódios de ingestão exagerada e compulsiva de alimentos. Muitas pessoas com essa síndrome são obesas, apresentando uma história de variação de peso, pois a comida é usada para lidar com problemas psicológicos.

O fato é que algumas pessoas simplesmente não conseguem parar de comer, por isso trazemos algumas dicas para que você possa identificar esses comportamentos e, assim, poder modificá-los para perder peso e ter uma vida mais saudável.

Planeje os horários

!

Planeje os horários das suas refeições e mantenha-os durante a semana. Seu corpo vai se acostumar a pedir comida em determinadas horas e ficará mais fácil identificar a fome real daquela gerada pela ansiedade. O organismo precisa de nutrientes, mas em horários regulares. Afinal de contas, ele precisa digerir e armazenar tudo o que você consome, para transformar em energia.

Mantenha lanchinhos permitidos na geladeira

como_tirar_cheiro_dos_potes_plasticos

Se você tiver um impulso incontrolado de ir para a geladeira, evite doces, alimentos gordurosos e chocolates. Substitua por alimentos menos calóricos. A dica é: faça uma vasilha plástica com cenouras a palito, maçã cortada, pera, uvas, morangos, gomos de tangerina e o que mais você gostar. Deve ser um recipiente bem limpo e agradável para você ter vontade de atacar toda vez que a ansiedade bater. Você estará introduzindo menos calorias no seu corpo e a vontade mastigar será saciada da mesma forma.

Faça exercícios físicos que te dê prazer

não-consigo-parar-de-comer

Sim, já sabemos que isso é um tormento para muitas pessoas. Se este é seu caso, a dica é estabeleça metas viáveis. Por exemplo: começar a caminhar dez minutos todos os dias. Certamente poderá cumpri-las. Propostas do tipo “vou correr 10 km por dia”, se você é uma pessoa sedentária, são descabidas e causam frustração. Gratifique-se a cada meta conquistada! Malhando você não só queima calorias; com o exercício físico também eliminamos a ansiedade, aliviamos o estresse e “esfriamos” a cabeça. Faça um exercício físico que dê prazer. A melhor atividade é aquela que, mesmo cansada hoje, você sente vontade de fazer amanhã – e não a malhação que é só uma obrigação chata e que você não vê a hora de se livrar.

Coma devagar, sempre!

Untitled1311-830x360

Comer lentamente é extremamente importante, pois é na boca que se inicia a digestão do que comemos. A mastigação promove a quebra dos alimentos em partículas menores e a saliva, além de umedecer a comida, ainda possui uma enzima conhecida como ptialina ou amilase salivar, que inicia a digestão do amido (açúcar complexo).

Comer não pode ser uma catástrofe! Quando a vontade de comer aparecer, tenha calma. Não ataque o alimento. Aceite a fome tranquilamente, como uma sensação saudável do organismo que você irá satisfazer com a comida que foi planejada. Coma lentamente, saboreie cada bocado, fazendo pausas entre as garfadas. Mastigue bem. Preste atenção na sensação de saciedade e pergunte-se: “ainda estou com fome?”. Se estiver, coma um pouco mais; caso contrário, pare! Coma porque tem fome e não porque há comida disponível.

Comece por uma salada

não-consigo-parar-de-comer2

Isso é importante! Os primeiros minutos da alimentação são essenciais para quem tem compulsão por comida. O corpo aceita praticamente tudo que comemos, é por isso que as pessoas que comem rápido, tem mais transtornos intestinais (gases, desconforto abdominal). A ideia é comer primeira sua salada preferida, só depois de terminá-la coma as carnes e carboidratos.  A salada vai deixar você mais calmo (a).

Fontes: mulher/abcdasaude/psicobesidade/suacorrida/     Imagens: receitasdeminutosheradedietaseucorpoperfeito/formaccokilorias