Anomalias e doenças

Muito bom! Conheça os quatro tipos de bêbados de acordo com a ciência

Um interessante estudo foi realizado pela Universidade do Missouri, nos Estados Unidos: os cientistas Rachel Pearl Winograd, Douglas Steinley e Kenneth Sher do departamento de Psicologia investigaram o porquê de algumas pessoas se alteram mais que as outras após a ingestão de álcool.

Como voluntários para a pesquisa, os pesquisadores chamaram universitários americanos e seus amigos beberrões. Ao todo foram 347 pessoas, as quais responderam um questionário sobre seus hábitos alcoólicos e efeitos desta substância no seu comportamento; perguntas como “Como você se descreve depois de um porre?” e “Quantos copos você ingere em uma noitada?”. Como resultado dos mais de 750 questionários, os pesquisadores agruparam os bêbados em quatro categorias cujas características foram relacionadas a personagens, de forma a facilitar a compreensão dos diferentes tipos, de acordo com o efeito da bebida alcoólica em seus organismos. Vamos às categorias:


  • Ernest Hemingway (escritor americano cuja obra mais conhecida é “O velho e o Mar”) – Segundo o estudo, 40% se encaixam nesse grupo. Os bêbados desse tipo ingerem quantidades elevadíssimas de bebida e não demonstram grandes alterações na personalidade e nas capacidades intelectuais;
  • Mary Poppins (personagem dos livros de P. L. Travers e de filme bem antigo da Disney) – Os estudantes deste grupo já são extrovertidos quando sóbrios e ficam ainda mais simpáticos quando embriagados além de ter o intelecto pouco afetado;
  • Professor Aloprado (referência ao filme de 1996 de mesmo nome) – Os estudantes desta categoria são introvertidos no dia a dia e que, ao beberem demais, ficam sociáveis, soltos, simpáticos e tem pouca redução nas capacidades intelectuais;
  • Hyde (personagem sinistro do livro “O médico e o Monstro” de Robert Louis Stevenson, de 1886) – Estes indivíduos têm a capacidade intelectual e a consciência reduzidas ao beber, e tornam-se menos responsáveis e mais hostis, dando assim algum trabalho aos amigos.

article-2659117-1ED1ACFF00000578-998_634x328

O resultado do estudo foi publicado no periódico inglês Addiction Research & Theory. Os pesquisadores agora esperam que tanto os profissionais de saúde quanto a sociedade possam fazer intervenções adequadas e precisas, quanto aos detalhes de cada característica do dependente de álcool conhecendo agora seu comportamento em relação à bebida.

E você? Conhece alguém que se enquadre nessas categorias?

drunk-man-resting-on-counter-of-bar

Fonte: veja  imagens: wisegeek/collegehumor/dailymail

Acesse nosso novo site! data-recalc-dims=

Comentários

Novidades

Topo