Curiosidades

Essa menina nasceu menino. Danann Tyler é transgênero e já tentou cortar o próprio pênis para “se livrar do problema”

Danann Tyler, nascida  em 2003, veio ao mundo com o par de cromossomos XY, que define na fase embrionária os órgãos sexuais masculinos interna e externamente, mas, se expressa como menina desde os 2 anos de idade. A história da criança, que se encaminha e se aceita como feminino sob acompanhamento médico e psicológico, mostra que as questões de gênero ainda estão longe de serem aceitas pela sociedade.

Em pouco tempo ao lado de Danann, percebe-se nitidamente que ela é ligada à tudo aquilo que a sociedade identifica como feminino. No entanto, a vida da pequena Danann, que caminha para o feminino, nem sempre foi de cor-de-rosa! Apesar de afirmar a certeza de ser uma garota, durante a maior parte da sua vida esta convicção foi sentida de forma solitária. Os pais começaram a se preocupar com a personalidade da criança após dois fatos bem chocantes. “Eu o encontrei tentando cortar o próprio pênis com uma tesoura. Ele parecia estranhamente calmo e dizia: ‘Vou me livrar disso’”, conta o pai. Depois da tentativa de eliminar o seu órgão aos 4 anos, Dannan também saltou do carro em movimento após o pai e mãe não deixarem ele usar um vestido para ir a uma festa. Por causa dos incidentes, as responsáveis procuraram ajuda psiquiátrica. Dannan Tyler teve distúrbio de identidade de gênero como diagnóstico e hoje vive e se veste como uma garota com a aceitação e respeito dos pais.


Doutora Cindy Paxton, da Universidade da Califórnia, especializada em crianças e adolescentes transgênero, diz que quando uma criança insiste em se vestir, se apresentar e se comportar como alguém do sexo oposto, o mais natural é os pais não darem muita importância ao fato, acreditando que tudo não passa de uma fase, mas os casos de crianças transgênero há cerca de uma década começam a ser tratados com a devida importância. Atualmente a incongruência de gênero, termo que substitui o criticado “transtorno de identidade de gênero”, não é mais vista como uma doença psiquiátrica.

danann-tyler2

Os médicos decidiram que, quando chegar o momento, Danann usará inibidores hormonais para conter o desenvolvimento das características sexuais secundárias, como voz grossa, pelos, etc. No entanto, poderá optar por volta dos 15 ou 16 anos por continuar ou não o processo de transição ou a manutenção do sexo com o qual nasceu. Depois disto, poderá receber hormônios femininos para desenvolver seios e outras características próprias até a eventual cirurgia de mudança ou de confirmação de sexo.

danann-tyler

Fonte: folha/paroutudo/dailymail   Imagens: folha/
itsybitsysteps/dailymail

⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Comentários

Novidades

Topo