Anomalias e doenças

O uso de smartphones está causando inflamação nos nervos occipitais gerando fortes dores de cabeça nos usuários

Quantas horas por dia você costuma ficar em frente ao computador, notebook, tablet ou smartphone? Eu sei que parece uma pergunta chata, dessas que mães, pais e avós costumam fazer pra gente, mas que na verdade acaba sendo uma pergunta muito válida. Além da quantidade de horas, será que você faz uso desses aparelhos com uma postura correta? Continua parecendo uma pergunta chata? Mas preste atenção, pois o uso incorreto desses aparelhos pode, além de trazer problemas posturais, causar uma condição neurológica chamada Neuralgia Occipital.

O nome parece complicado, mas na verdade não é tão difícil assim de explicar. No conjunto de ombros, pescoço e cabeça nós temos um conjunto de nervos chamados ‘Nervos Occipitais’. Esses nervos saem da nossa medula espinhal (estrutura que passa por dentro da coluna) na parte de trás do nosso pescoço e vão até a parte de trás da nossa cabeça.  Quando a gente passa muito tempo lendo, usando notebooks, smartphones e afins, uma pressão é exercida nesses nervos, gerando uma inflamação que acaba causando fortes dores de cabeça, pescoço, ombros e nada mais é do que a Neuralgia Occipital.

Quem sofre com esse problema descreve as dores causadas pela inflamação como as piores possíveis, como se parecesse “que alguém tivesse batido com um ferro quente na cabeça que envia ondas de eletricidade por todo o crânio”.  Mas fique calmo. Apesar do problema não ter cura, ele tem tratamento que inclui anti-inflamatórios nas situações mais simples ou aplicação de injeções nos casos um pouco mais complicados,  e pode ser evitado com medidas bem simples e que talvez muita gente já tenha escutado falar: mudança de hábitos posturais, alongamento e alternância de posição.

doença do smartphone

 

Os médicos ainda afirmam que não é necessário abrir mão do uso desses aparelhos para evitar ou controlar a Neuralgia Occipital, principalmente por serem ferramentas necessárias para a maior parte das profissões atualmente, mas sim prestar mais atenção em como exercemos essas atividades.  Vale a pena ficar atento, pra no final não acabar com uma tremenda dor de cabeça.

98

Fontes: gizmodo/siouxcityjournal/bbc/hopkinsmedicine/webmd   Imagens: cbsminnesota/ ernestolopes/portal

 

Comentários

Novidades

Topo