Anomalias e doenças

Atenção mulheres: 6 peças de roupas e acessórios que estão na moda, mas detonam sua saúde

Muitas mulheres acreditam que a roupa e acessórios que não causa problemas de saúde é aquela em que a mulher se sente bem. Mas não funciona necessariamente assim. Muitas mulheres adoram e se sentem extremamente bem usando sapatos de salto, no entanto, o salto muito alto pode causar problemas de saúde. Mas a verdade é que essas roupas e acessórios causam muito mais danos do que somente desconfortos momentâneos. Peças que usamos diariamente porque achamos que caem bem em nós ou nos deixam mais bonitas podem causar problemas de saúde, em alguns casos permanentes.

Dedos dos pés apertados, calcanhares feridos, cintura comprimida e peso excessivo no ombro causado pela bolsa são um pequeno preço a se pagar pela satisfação de usar para estar bonita e atraente, não é? Mas veja como estes acessórios e roupas podem detonar com sua saúde!


1- Sapatos de salto

sapato-de-salto

O uso excessivo de sapatos de salto pode causar problemas. Algumas das regiões que podem ser afetadas são os pés, os calcanhares, os tornozelos, os joelhos e a coluna. O sapato com salto altera a maneira de andar: os ombros vão para trás e a cabeça para a frente e isso muda a angulação da coluna, o que pode prejudicar o pescoço e a lombar, além de aumentar as chances de alteração postural. Além disso, favorece o surgimento de joanetes, faz aumentar a pressão na ponta dos pés, retrai a musculatura da panturrilha e atrofia o tendão de Aquiles. Especialistas afirmam que até 5 cm, o que equivale a 3 dedos, o salto é relativamente seguro. Acima disso, aumentam as chances de pressão na planta dos pés e outras complicações. Usar o salto três vezes por semana, mais ou menos por 7 horas por dia, é um fator de risco grande para problemas futuros.

2- Jeans skinny

roupa-apertada-1

O uso de qualquer tipo de roupa apertada pode trazer problemas para você. Mas o jeans skinny é o grande campeão dos problemas. Apesar de deixar o corpo escultural, o jeans muito apertado pode afetar sua digestão, causando gases, prisão de ventre e até mesmo refluxo. Além disso a roupa apertada, certamente a circulação nas pernas será prejudicada, levando a formação de varizes. Quando a roupa está apertada não há oxigenação na região genital e ainda aumentam as chances de desenvolver foliculite. Com isso irão morrer algumas bactérias benfeitoras e algumas outras ruins para o corpo irão proliferar causando infecções genitais. Qualquer roupa que comprima os nervos acaba dando dores nas costas, porque muda o eixo da gravidade. A cintura apertada prejudica a respiração, você pode ficar com a respiração curta na maior parte do dia, ou seja, a inspiração só chega até a parte alta do tórax. Com isso, as trocas gasosas não acontecem de maneira eficiente e seu corpo acumula mais gás carbônico, que é prejudicial para o organismo.

3- Chinelos e rasteirinhas

rasteriinhas

Especialistas no assunto garantem que o uso indiscriminado de chinelos, sapatos sem salto e sandálias tipo rasteirinhas são prejudiciais a saúde por aumentar as chances de tendinite, estiramentos e facilitarem a queda. Esses calçados podem levar ao surgimento de dores no calcanhar, dedos, aumentar as chances de entorse de tornozelo e podem afetar até mesmo joelho, quadris e coluna. No caso especial dos chinelos, os dedos se juntam para manter o calçado preso, enquanto o pé fica “fora” do chão. Esse movimento estica a planta do pé causando inflamação, dor ao longo da sola, calos no calcanhar e pés fatigados. A longo prazo esse tipo de pisada pode levar a problemas no quadril e tornozelos. Além de os chinelos não absorverem bem o impacto das pisadas, fator que aumenta a dor depois de uma longa caminhada.

4- Maxibolsas

maxi-bolsas-da-moda-1

Dizem que, em bolsa feminina, se encontra de tudo, por outro lado, o hábito de levar muitos objetos dentro do acessório é um perigo para a saúde da coluna. Os primeiros sinais de que o peso carregado é excessivo são dores lombares e cervicais, que podem evoluir para problemas mais graves, como hérnia de disco e artrose. O agravante das bolsas é que elas são carregadas em apenas um dos lados e especialistas dizem que isso provoca assimetrias da coluna, do ombro e do quadril. Essas assimetrias são compensações para equilibrar os dois lados do corpo. Tais respostas, no entanto, geram compressão interna na coluna que, por sua vez, é a origem de dor e doenças.

5- Calcinha fio dental

calcinha-fio-dental

A calcinha tipo fio dental é uma das peças de roupas consideradas mais sensuais no guarda-roupa feminino. No entanto é que essa lingerie pode colocar sua saúde em risco, facilitar infecções e agravar o risco de doenças. Para quem já tem tendência ao desenvolvimento de hemorroida, a calcinha fio dental também deve ser evitada, pois a pressão que o tecido causa em função da proximidade com o ânus pode agravar a doença.

O tecido fino na região da virilha pode se deslocar e transferir bactérias de um lugar para o outro. Se você tem uma bactéria (a E. coli é a mais comum no cólon) no tecido e você é fisicamente ativa, o material vai se mover indo parar na sua genitália ou na uretra. Quanto mais sintética é a fibra, maior o risco de desenvolvimento de problemas na área.

6- Maxibrincos

maxi-brincos-3

Usar maxibrincos tem seus perigos. Um dos principais é que seu uso constante, principalmente de peças muito pesadas, pode fazer com que a orelha rasgue ou o furo tenha uma abertura excessiva. Além da orelha “rasgar”, outro grave problema são as possíveis infecções. Uma substância encontrada em muitos maxibrincos é o Cádmio, que é muito tóxico. Há brincos grandes que têm uma concentração altíssima de Cádmio, principalmente as argolas.

Fonte: extracaras/tuasaude/revistavivasaude/terra/g1/portaisdamoda                Imagens: lugardakaka/ bolsademulher/dicasdemulher/mulherbeleza/ maniabeleza/podagaita

Comentários

Novidades

Topo