Curiosidades

Vamos comemorar! Vacina desenvolvida contra o vírus ebola tem resultado 100% eficaz

Vamos comemorar! Vacina desenvolvida contra o vírus ebola tem resultado 100% eficaz
Esse texto foi informativo para você?

Pela primeira vez desde o surgimento do primeiro ataque do Ebola a seres humanos, estamos  prestes a conseguir nos imunizar contra o vírus. A Organização Mundial da Saúde (OMS) depois de se conhecer os resultados dos ensaios clínicos na Guiné-Conacri, que mostraram que a vacina foi 100% eficaz contra o vírus. Os resultados iniciais dos ensaios clínicos que testaram a vacina VSV-ZEBOV, das empresas farmacêuticas Merck e NewLink Genetics, em 4000 pessoas em contato próximo com doentes com o ebola, mostraram uma proteção de 100% após dez dias.

O que falta provar é a sua eficácia para proteger populações, onde nem toda a gente estará vacinada,  a chamada “imunidade de grupo”. Por isso, as pesquisas ainda devem continuar. No entanto, os resultados foram descritos como “extraordinários” e que “mudam o jogo” no que diz respeito a fragilidade do ser humano em se contaminar como ebola. Os especialistas acreditam que estão realmente à beira de ter uma vacina eficaz contra o vírus.


A vacina poderá ser agora usada para ajudar a acabar com o pior surto já conhecido do ebola, que já matou quase 12 mil pessoas das 17 mil infectadas, desde que surgiu em Dezembro de 2013, a grande maioria na África Ocidental. Depois de um atraso na resposta à epidemia, a comunidade internacional fez um enorme esforço para desenvolver rapidamente vacinas e tratamentos contra esta febre hemorrágica que chega a matar mais de metade dos infectados.

0,,18011409_303,00

Os ensaios na Guiné-Conacri estão avaliando a eficácia e a segurança de uma única dose de VSV-ZEBOV. A estratégia usada foi a do “anel de vacinação”, em as pessoas que estiveram em contato próximo com um doente de ebola são imunizadas. Destas, uma parte é imunizada imediatamente, a outra parte passados alguns dias.

À medida que os resultados foram sendo obtidos, os pesquisadores conferiram uma proteção muito grande contra a doença nas pessoas vacinadas imediatamente após o contato com os doentes. Por isso, decidiram que iriam parar a estratégia da vacinação mais tardia, já que se tornava claro que fazer com que as pessoas esperassem alguns dias para ser vacinadas não era ético e era um risco desnecessário.

O estudo arriscou-se em usar um modelo altamente inovador e pragmático, o que permitiu aos cientistas começar a distribuir a vacina no meio de uma epidemia. A esperança é que a vacina ajude agora a acabar com a epidemia atual e que esteja então  disponível para epidemias futuras inevitáveis do ebola.

958591

Fonte: publico/dw  Imagens: publico/ iflscience/dw 

Comentários

Novidades

Topo