Por que os homens sentem dores nos testículos após uma ereção prolongada?

“Sempre tive dúvida sobre o motivo de às vezes os testículos ficarem doendo depois de uma ereção prolongada. Pode tirar essa dúvida?” (Gustavo Barbosa)

Bem Gustavo, a primeira coisa a considerar no caso, é que o órgão sexual masculino é um músculo. Vamos supor uma analogia então: se você exercitar muito os músculos dos braços, pernas, etc., em um academia, sentirá um cansaço enorme, não é mesmo? Nesse tipo de exercício a fadiga muscular vem pelo acúmulo de ácido lático, que ocorre por causa de uma série de reações químicas ligadas a compensação do alto gasto energético devido a intensa atividade muscular. No caso do nosso órgão genital há um intenso acúmulo temporário de sangue em seus tecidos, responsável pela nossa ereção. Nosso membro recebe então uma quantidade anormal de sangue, que diminuirá e voltará ao normal quando houver a ejaculação.

No entanto, caso você continue com ereção por um longo período, sem chegar a ejacular, esse fluxo anormal de sangue não cessará, o que pode ocasionar dores. Ao ejacular, os músculos do órgão sexual e a vesícula seminal (que produz o grande parte do líquido adicionado a secreção dos testículos para formar o sêmen) relaxam, e então o fluxo sanguíneo volta ao normal. A dor que você cita Gustavo, se deve exatamente ao fato de que o músculo está “trabalhando demais”. O mesmo raciocínio pode ser aplicado aos homens que têm relações sexuais prolongadas, conseguindo segurar a ejaculação por um longo tempo. Vai doer mesmo!

Mas se mesmo depois de ejacular as dores nos testículos continuarem, aí já é um motivo para ficar atento! E em casos em que, além das dores, apresenta-se outros sintomas associados, como febre e inchaço da bolsa escrotal, necessita-se de maior atenção ainda. As dores podem indicar, dentre vários problemas, traumas (por pancadas, por exemplo), torções (devido a problemas na fixação do testículo à bolsa escrotal), doenças testiculares como varicocele (“varizes” das veias dos testículos), epididimite (inflamação no epidídimo, local onde ficam armazenados os espermatozoides), orquite (inflamação causada por infecção viral), câncer de testículo, ou mesmo ser característica em homens recentemente operados por vasectomia.

Mas de forma geral, é comum que, principalmente adolescentes e adultos jovens, apresentem dores testiculares, que não necessariamente estão associados a um quadro clínico, e com o tempo tendem a desaparecer. Porém, na dúvida, alivie os músculos com os tradicionais métodos de manipulação e, provavelmente, essa dorzinha desaparecerá!

340

Fonte: sobiologia/cerebromente/auladeanatomia/mdsaude/mundoestranho  Imagens: guiamedico/meionorte