Curiosidades

Jovem deve amputar órgão genital depois de sofrer ereção de 48 horas devido ao uso abusivo de viagra

O jovem italiano de 23 anos queria bater o recorde de relações sexuais com a namorada em uma viagem para praia em Salerno, no sul da Itália. Para conseguir o “recorde” ele tomou alguns comprimidos de viagra o que resultou em uma ereção permanente que durou dois dias (48 horas).

A história não terminou bem, apresentando um quadro grave de priapismo, o rapaz teve o sangue preso no órgão genital, causando um bloqueio que não permitia o relaxamento do músculo. O priapismo é uma condição rara bastante dolorosa e pode ocorrer sem estimulação sexual. A forma isquêmica desta disfunção ocorre quando sangue não retorna ao seu ciclo natural e concentra-se no corpo cavernoso, é muito doloroso. O seu diagnóstico envolve exame clínico com médico especialista e histórico do paciente, pois envolve uma série de doenças associadas e pode ocorrer com uso de medicamentos ou drogas. É geralmente uma condição dolorosa, que dura em média quatro horas, e que pode levar à impotência sexual definitiva.


Neste caso acontecido na Itália, o rapaz que foi levado pela mãe ao hospital, foi atentido emergencialmente pela gravidade e dor que sentia e levado rapidamente para a sala de cirurgia para drenagem do sangue preso nos corpos cavernosos.  Ainda não está certo se o rapaz terá sequelas definitivas, os médicos acham que se a irrigação sanguínea não se normalizar ele poderá perder o órgão genital, que será amputado através de procedimento cirúrgico.

original_Homem_grita_de_raiva_fracasso_estresse

Fonte: thestar  Imagens: rebelcircus/wildesbrito

Acesse nosso novo site! data-recalc-dims=

Comentários

Novidades

Topo