Mulher

Criolipólise: novo método para emagrecer por congelamento de gordura  tem deixado diversas mulheres com queimaduras graves

A criolipólise, criada na Universidade de Harvard, é um dos  métodos mais procurados atualmente para eliminar gordura localizada sem agulhas e cirurgias plásticas. O tratamento, feito em consultórios e clínicas de estética, promove uma destruição das células de gordura (adipócitos) através do resfriamento controlado.

O tratamento é feito por um profissional treinado que posiciona o aparelho sobre a parte do corpo a ser tratada. Uma manta umedecida é colocada na superfície da pele para protegê-la. A máquina promove então uma sucção a vácuo da pele entre dois painéis.


A pele tracionada é congelada durante cerca de uma hora a uma temperatura aproximada de -5°C a -10°C. A gordura é mais sensível ao frio que os demais tecidos, logo o dano ocorre especificamente nos adipócitos, poupando a pele e músculos. A gordura sofre cristalização, as células adiposas são destruídas e depois eliminadas pelo sistema imunológico, via sistema linfático. Os dermatologistas garantem que o método não é doloroso, gera apenas desconforto pela tração da pele. A região tratada pode ficar avermelhada, inchada e dolorida, mas essas reações desaparecem em poucos dias.

No entanto, não é bem isso que tem acontecido em algumas clínicas despreparadas. Se aplicada de forma incorreta, a criolipólise oferece sérios riscos. É preciso que o profissional esteja atento para evitar queimaduras, uma das complicações mais frequentes. Não é recomendado, por exemplo, o uso de um manta muito fina, porque a manta fina não dá uma proteção correta. O resultado é que o local da aplicação acaba ficando vulneráveis à queimaduras graves que muitas vezes terminam em infecções e por fim lesões e manchas irreversíveis.

Além disso, o procedimento deve ser feito por um médico. Muitas vezes, eles mesmos colocam auxiliares para aplicar a técnica.

criolipolise-

Na primeira foto, a região abdominal congelada depois do procedimento. Na segunda foto, uma queimadura leve.

criolipolise mal sucedida

Procedimento que deu errado com queimadura de terceiro grau infeccionada!

Fonte: reclameaqui/jornal- hoje/bolsademulher/  Imagens: fhits/tudocombinado

⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Comentários

Novidades

Topo