Curiosidades

Bebê nasce com coração fora do corpo

Bebê nasce com coração fora do corpo
Esse texto foi útil para você?

Uma criança indiana está surpreendendo o mundo todo. Ela nasceu com o coração fora do corpo. Mas não é isso que assusta os médicos, já que existiram outros casos iguais a esse no mundo todo. O que os espanta é o fato de o bebê permanecer vivo após o seu sexto dia de vida.

Apesar de ele ultrapassar a barreira dos 3 dias onde a chance de sobreviver é de 1 em 1 milhão, o bebê ainda está necessitando de cuidados especiais e uma operação que é caríssima. Os pais do bebê ainda sem nome estão tentando todos os recursos possíveis para arrecadar dinheiro e conseguir fazer a internação do bebê em um hospital particular. Enquanto isso o bebê vai utilizando todas as suas forças para sobreviver.


O caso não é único. No Brasil, mais especificamente no estado do Acre, um bebê sobreviveu um mês e meio com o mesmo tipo de caso. O bebê Sandro Alejandro do Nascimento Rodrigues teve a anomalia diagnosticada ainda no pré-natal. O cirurgião vascular que o avaliou disse que não tinha o que fazer, porque o tórax não tinha espaço para colocar o coração. Porém, o bebê reagiu muito bem mesmo sem intervenção alguma conseguindo sobreviver durante um tempo muito longo para esse tipo de caso.

O bebê nasceu com o coração fora do corpo. Mas não é isso que assusta os médicos, já que existiram outros casos iguais a esse no mundo todo. O que os espanta é o fato de o bebê permanecer vivo após o seu sexto dia de vida. Foto: Reprodução/mirror

O bebê nasceu com o coração fora do corpo. Mas não é isso que assusta os médicos, já que existiram outros casos iguais a esse no mundo todo. O que os espanta é o fato de o bebê permanecer vivo após o seu sexto dia de vida. Foto: Reprodução/mirror

A anomalia pode ser conhecida como coração ectópico ou ectopia cordis, mas é causada por uma condição chamada Pentalogia de Cantrell. Pentalogia de Cantrell é uma doença rara que se pronuncia ainda no momento da gestação do bebê e é caracterizada por uma combinação de defeitos congênitos. Ela afeta o diafragma, o coração, o esterno, a parede abdominal e o pericárdio. A variabilidade do distúrbio de um indivíduo para outro pode ser bastante significativa e a causa exata da pentalogia de Cantrell é desconhecida embora tenham sido identificadas heranças recessivas em algumas famílias com genes ligado ao cromossoma X.

Priyanka-Palh

A anomalia pode ser conhecida como coração ectópico ou ectopia cordis, mas é causada por uma condição chamada Pentalogia de Cantrell. Foto: Reprodução/mirror

Aqui, a mãe carrega o bebê no colo. Foto: Reprodução/mirror

Aqui, a mãe carrega o bebê no colo. Foto: Reprodução/mirror

Fontes: mirrorg1 e cirurgiapediatrica


Novidades

Topo