Curiosidades

A ciência não explica: Essa mulher ficou com o corpo completamente congelado depois de passar uma noite inteira a -20°C. Mas ela não morreu!

A ciência não explica: Essa mulher ficou com o corpo completamente congelado depois de passar uma noite inteira a -20°C. Mas ela não morreu!
Esse texto foi útil para você?

Em uma gelada manhã de dezembro de 1980, o vizinho abriu a porta dos fundos de sua casa em Lengby, Minnesota, e encontrou Jean Hilliard, sua vizinha de 19 anos de idade, congelada na neve no quintal. O corpo da moça havia sido transformado em um bloco de gelo — totalmente sólido — depois de ficar exposto durante toda a noite a temperaturas abaixo dos -20 °C. Jean foi levada imediatamente ao hospital, e seu estado chocou a equipe que a atendeu. “Ela estava congelada, que era como se tivéssemos aberto um freezer e a tirado de lá. Seu rosto estava absolutamente branco. Apenas o olhar era pálido, o olhar da morte.” , disse a chefe de enfermagem Dorothy Killian.

A garota estava tão gravemente congelada que nenhum de seus membros podiam ser movidos. Além disso, ela se encontrava tão rígida que os médicos não conseguiam sequer injetar qualquer tipo de medicamento em seu corpo. Seu estado era grave a ponto de que, se voltasse à consciência, ela provavelmente apresentaria sérios danos neurológicos e teria as duas pernas amputadas devido à gangrena.


Além disso, quando um fato parecido acontece, as células são transformadas em microscópicos cristais de gelo, e então as células são completamente destruídas. Depois que as mãos e os pés iniciam os estados de congelamento, a temperatura central do corpo cai e o coração, os pulmões, os órgãos internos do abdômen, o cérebro, começam a esfriar e fica muito difícil desempenhar suas funções. Nesse período, o mais provável é que o paciente não resista e morra.

Contudo, depois de passar algumas horas enrolada em cobertores térmicos, Jean começou a sofrer violentas convulsões, o que, diante do seu estado foi considerado um bom sinal. Para surpresa de todos Jean retomou a consciência e foi imediatamente amparada pois era certo que ela teria sérios danos cerebrais. Além disso, os médicos já se preparavam para amputar seus membros completamente congelados.  Para a total perplexidade dos médicos, sem apresentar qualquer dano cerebral ou físico, apenas poucos sinais de confusão mental.

54e8712f9605e

Jean contou em uma entrevista: “Eu acordei no hospital ao meio-dia. As coisas estavam um pouco nebulosas e achei muito estranho as pessoas estarem me fazendo perguntas obvias a respeito de quem eu sou e coisas assim. E eu não conseguia entender por que eles estavam falando comigo dessa maneira ou por que eles estavam me tratando assim. Claro, que eu sabia quem eram aquelas pessoas e é óbvio que eu sabia quem eu era. Não entendi nada!

A garota de gelo deixou o hospital 49 dias depois, sem perder uma única unha devido ao grave congelamento, mostrando simplesmente algumas pequenas cicatrizes. Até hoje, os médicos não sabem como e porque ela se recuperou tão bem de um congelamento tão grave. Normalmente, quando alguém é encontrado neste estado, a pessoa morre ou, se tiver sorte, perde todos os membros!

menina-de-gelo

Fonte: beforeitsnews/lucky/megacurioso  Imagens: youtube/ mendonza/lucky

 


Comentários

Novidades

Topo