Animais

Isso é sensacional: Pesquisadores descobrem o primeiro peixe de sangue quente

Quando se espera que nada de tão novo possa ser descoberto, a natureza vem e nos presenteia com uma surpresa. Cientistas descobriram o primeiro peixe totalmente de sangue quente do oceano. Ele mantém a sua temperatura corpórea através da circulação do sangue quente pelo corpo.

O peixe opah, também conhecido como peixe-sol e peixe-lua, vive nas profundezas do oceano. Enquanto seus companheiros de habitat são lentos e com poucos movimentos, o opah bate as suas nadadeiras regularmente para se movimentar, o que lhe traz vantagens. O fato de bater as nadadeiras aquece o seu corpo e lhe dá combustível para seu metabolismo, levando-o a pode fugir com mais facilidade de predadores marinhos, deixando os outros peixes das profundezas para trás. Por outro lado ele consegue predar outros animais com mais facilidade, devido a sua velocidade.

Para conseguir essa descoberta cientistas utilizaram monitores de temperatura, que mostraram que o peixe opah consegue se manter cerca de cinco graus acima da temperatura da água que está ao seu redor. Alguns outros peixes, como o atum e alguns tubarões, podem aquecer algumas certas partes de seus corpos e músculos para impulsionar o desempenho nadando nas profundezas frias, mas seus órgãos internos rapidamente ficam frios, forçando-os a subir para águas pouco profundas para se aquecer.

peixeopah

Quando se espera que nada de tão novo possa ser descoberto, a natureza vem e nos presenteia com uma surpresa. Cientistas descobriram o primeiro peixe totalmente de sangue quente do oceano. Foto: revistagalileu

O peixe opah permanece quente todo o tempo, acelerando o metabolismo e mantendo seus reflexos rápidos. Além do aquecimento do sangue, os peixes opah possuem um tecido adiposo em torno das brânquias, coração e dos músculos, para isola-los e mantê-los aquecidos. É o primeiro registro disso acontecendo nas brânquias, sendo uma inovação muito boa que traz a esses animais uma excelente vantagem competitiva.

15081744538020

O peixe opah permanece quente todo o tempo, acelerando o metabolismo e mantendo seus reflexos rápidos. Além do aquecimento do sangue, os peixes opah possuem um tecido adiposo em torno das brânquias, coração e dos músculos, para isola-los e mantê-los aquecidos. Foto: megacurioso

Fontes: Discovery e eurekalert

Novidades

Topo