Sua saúde

Estudo polêmico tenta comprovar que Homeopatia NÃO FUNCIONA!

Estudo polêmico tenta comprovar que Homeopatia NÃO FUNCIONA!
Esse texto foi útil para você?
Os estudos relatados aqui não são de responsabilidade do Diário de Biologia. O autor do texto está divulgando os trabalhos científicos de especialistas. Tais estudos, nem sempre condizem com a absoluta e definitiva verdade.

O tratamento homeopático consiste em fornecer ao paciente doses mínimas de compostos que, de acordo com os homeopatas, causam a doença. Essas substâncias estimulariam o organismo a reagir, fortalecendo suas defesas e curando moléstias.

Enquanto algumas pessoas acreditam que a “memória” da substância original armazenada nas fórmulas homeopáticas, que são extremamente diluídas, poderia ajudar a provocar uma reação do sistema imunológico levando à cura da doença, outros dizem que a homeopatia é inútil e perigosa, principalmente quando substitui tratamentos alopáticos comprovadamente eficazes.


Recentemente, um vasto diagnóstico de 225 estudos controlados e cerca de 1.800 artigos científicos. Estes estudos incluíam provas apresentadas por grupos que defendem a homeopatia e também diretrizes do governo australiano. Embora algumas pesquisas tenham demonstrado resultados favoráveis ao método, elas não era bem suportadas, usavam metodologias mal elaboradas e mal conduzidas. O fato é que ao final desta análise, confirmou-se o que muitos pesquisadores já desconfiavam: homeopatia NÃO FUNCIONA.

O estudo

O estudo, que foi realizado pelo Conselho Nacional de Saúde e Pesquisa Médica (NHMRC, na sigla em inglês), órgão do governo australiano, mostrou que a homeopatia não é uma forma eficaz de tratar qualquer problema de saúde. Nem a dor muscular, nem distúrbios do sono, nem doenças de pele e muito menos males como artrite reumatoide. O estudo final foi avaliado por um contratante independente, a fim de impedir os falhas e implicações tendenciosas. Eles afirmaram que nenhum estudo de qualidade com participantes suficientes para um resultado significativo relatou melhorias em pacientes que seguiram algum tratamento com homeopatia.

Warwick Anderson, CEO no NHMRC, acrescentou que “qualquer tratamento médico deve ser baseado em evidências confiáveis. A revisão mostrou que não é possível afirmar que a homeopatia funcionar melhor do que placebo”. Para ele, a homeopatia pode prejudicar a saúde de pacientes com doenças crônicas e sérias. “Pessoas que escolhem a homeopatia podem colocar sua saúde em risco ao rejeitar ou postergar tratamentos comprovados cientificamente.”

Em resposta ao estudo do NHMRC, a Associação Homeopática Australiana recomendou que o órgão “faça uma análise mais abrangente da eficácia da homeopatia e uma avaliação econômica de longo prazo dos benefícios de um sistema mais integrado, que respeita a escolha do paciente no cuidado da saúde“.

Fonte: hoan/hypce/veja  Imagens: bolsher/mder/diarpos

Novidades

Topo