Curiosidades

Existe câncer no coração?

” Já vi câncer em tudo que foi lugar, mas nunca vi câncer de coração. Por que o coração nunca tem câncer?” (Juliana Mariah)

Câncer no coração existe sim, Juliana. Doenças cardíacas e câncer são as maiores causas de morte do país e apesar disso, é raríssimo ouvir sobre câncer no coração. Embora pouco comentados, os tumores cardíacos existem e na maioria das vezes passam despercebidos até a realização de um exame cardíaco de rotina.


De acordo com os médicos, cerca vinte por cento das pessoas que morrem de câncer já apresentam comprometimento metastático no coração, aquele em que o tumor já se espalhou e atingiu o órgão. Nesse caso, o tumor cardíaco é classificado como secundário, já que partiu de algum câncer já existente, diferente de quando a origem é o tecido cardíaco, conhecido como tumor primário.

Pode ser que esse tipo de câncer não seja muito mencionado, pois o coração não é o alvo mais frequente de metástases e isso pode acontecer em alguns casos em que o tumor cresce pela veia cava. Diferente do que acontece em outras doenças cardíacas, o tumor nesse órgão não tem preferência por idade ou se relaciona com os hábitos de vida.

Infarto

oenças cardíacas e câncer são as maiores causas de morte do país e apesar disso, é raro ouvir sobre câncer no coração. Embora pouco comentados, os tumores cardíacos existem e na maioria das vezes passam despercebidos até a realização de um exame cardíaco de rotina. Foto: Reprodução/jornaledicaodobrasil

Mas, calma! Sem pânico: se o tumor for benigno e de localização fácil, o que acontece na maioria dos casos, uma cirurgia será suficiente para corrigir o problema e não haverá nenhum dano ao organismo. Preste atenção aos seguintes sintomas: falta de ar, perda da capacidade física, embolia ou derrame e faça sempre exames de rotina pois os casos assintomáticos também podem acontecer. Anomalias cardíacas e tumores podem ser detectados por ecocardiograma e tomografia.

se o tumor for benigno e de localização fácil, o que acontece na maioria dos casos, uma cirurgia será suficiente para corrigir o problema e não haverá nenhum dano ao organismo. Foto: Reprodução/medicaldaily

se o tumor for benigno e de localização fácil, o que acontece na maioria dos casos, uma cirurgia será suficiente para corrigir o problema e não haverá nenhum dano ao organismo. Foto: Reprodução/medicaldaily

Fonte: clicrbs

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.