Curiosidades

Cuidado, pessoal: Ter muitas relações sexuais deixa a pessoa infeliz!

Cuidado, pessoal: Ter muitas relações sexuais deixa a pessoa infeliz!
Esse texto foi útil para você?

Pesquisadores da Universidade de Carnegie Mellon, na cidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, descobriram que ter relações sexuais com muita freqüência pode fazer a pessoa infeliz! O que poderia ser um sinal de muita saúde e vitalidade para os seres humanos, pode se tornar um fracasso na relação de homens e mulheres quando realizado com muita freqüência. Os cientistas verificaram que quanto maior a freqüência do sexo entre os casais aumenta também a falta de interesse, romantismo e principalmente o desejo vai diminuindo ao longo tempo, por se tratar de algo não tão espontâneo, afirma os pesquisadores.

A pesquisa foi realizada com 128 pessoas saudáveis formado por casais heterossexuais com idade entre 35 a 65 anos. Os casais foram divididos em dois grupos aleatoriamente, para o grupo 1 não foi designado e informado absolutamente nada sobre a freqüência sexual e o grupo 2 foi convidado a ter mais relações sexuais durante a semana. Ambos os grupos, durante o período da pesquisa, responderam perguntas on-line para verificar os comportamentos de saúde, níveis de felicidade e sobre a ocorrência, tipo e envolvimento no ato sexual.

Os resultados da pesquisa ficaram evidentes que os casais que foram convidados a aumentar a freqüência sexual obtiveram um decréscimo na sua felicidade. Além disso, esses casais relataram ter menor desejo sexual e diminuição do prazer. Os pesquisadores afirmam que não é a quantidade de sexo que deixa a pessoa feliz e sim a qualidade na qual é realizado o ato sexual, ou seja, chegaram à conclusão de que o aumento nas relações sexuais pode ser até benéfico, porém quando realizado de maneira correta!




casal-na-cama-triste-15355

Pesquisadores da Universidade de Carnegie Mellon, na cidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, descobriram que ter relações sexuais com muita freqüência pode fazer a pessoa infeliz! Foto: Bahaz

O pesquisador, Tamar Krishnamurti, um dos idealizadores, sugeriu que sua pesquisa pode beneficiar vários casais a melhorarem suas vidas sexuais e ajudar as pessoas a serem mais felizes nas relações afetivas. Ou seja, ao invés de focar na quantidade de sexo deverá trabalhar maneiras ou formas para aumento do desejo sexual e torná-lo sempre divertido, assim a felicidade será constante.



relacionamento-ruim-e1353348616265

Os resultados da pesquisa ficaram evidentes que os casais que foram convidados a aumentar a freqüência sexual obtiveram um decréscimo na sua felicidade. Foto: andremansur

Fonte: dailymail


Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.