Animais

Você já parou para pensar? Como as abelhas conseguem fazer favos hexagonais tão perfeitos?

Admirados por milênios, os favos hexagonais feitos pelas abelhas são frequentemente estudados e agora um novo estudo afirma: o formato do favo se deve simplesmente às forças da física. Ou seja, as abelhas não são tão engenhosas assim.

Bhushan Karihaloo, engenheiro da Universidade de Cardiff no Reino Unido e seus colegas afirmaram que as abelhas fazem os favos circulares, em secções transversais e os embalam em conjuntos. O calor dos corpos das abelhas faz a cera dentro dos favos esquentar e amolecer, logo, nas junções de três favos, a tensão superficial fará a parede ficar reta e o favo adquirirá o formato hexagonal. Assim como as bolhas de espuma comprimidas adquirem formas hexagonais.


Karihaloo observou esse fato quando, ao retirar as abelhas da colmeia, viu que os favos construídos mais recentemente eram circulares, enquanto os mais antigos tinham a forma hexagonal. E constataram que a ação de amassar os favos feita pelas abelhas faz a cera aquecer até 45°C, o que é suficiente pra a cera se tornar líquida. Essa ideia já havia sido proposta por Charles Darwin, mas ele não conseguiu provas convincentes.

Mas se engana quem pensa que devido a isso as abelhas não são de fato pequenas engenheiras. Usando suas cabeças, elas são capazes de medir a vertical, inclinando o eixo do favo para cima para evitar que o mel derrame, medir precisamente a espessura da parede do favo, entre outras ações dignas de construtores experts no assunto.

abejas

As abelhas fazem os favos circulares, em secções transversais e os embalam em conjuntos. Foto: solsand

 

Fonte: nature

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.