Curiosidades

Boas notícias para quem tem medo de agulhas. Injeções e vacinas podem ser substituídas por adesivos





Desde crianças, estamos acostumados a levar intermináveis picadas de agulhas, principalmente para recebermos as vacinas contra alguma doença. Para os que ainda sofrem ao pensar em uma picada, existe uma esperança de que um dia esse não seja um mal necessário.

O pesquisador norte – americano Mark Prausnitz desenvolveu uma técnica que permite que a vacina seja aplicada em forma de curativo no braço. A técnica se baseia em “cutucar” o paciente com cem agulhas por vez (100 microagulhas, que estão no curativo) podendo ser usada contra gripe, rubéola, sarampo e outras doenças.


Para aplicar, basta fixar na pele de alguém como um adesivo. Ao entrar em contato com a pele, a picada não provoca dor e a vacina se dissolve no corpo. Depois 20 minutos, pode ser retirada e o paciente está vacinado. Não é necessário ter treinamento para que sejam aplicados, não necessitam de refrigeração e seu custo não varia muito das tradicionais. Por exemplo, no caso da rubéola, fica em torno de US$ 1,30 (R$ 3,92) por dose.

A estimativa é que as pesquisas do adesivo em humanos sejam realizadas até 2017. E que com ela seja possível aderir a essa técnica para já imunizar contra a rubéola.

substituir-agulhas-das-vacinas

A técnica se baseia em “cutucar” o paciente com cem agulhas por vez (100 microagulhas, que estão no curativo) podendo ser usada contra gripe, rubéola, sarampo e outras doenças. Foto: nopatio

ockovani

Para aplicar, basta fixar na pele de alguém como um adesivo. Ao entrar em contato com a pele, a picada não provoca dor e a vacina se dissolve no corpo. Depois 20 minutos, pode ser retirada e o paciente está vacinado. As crianças agradecem!!! Foto: vestylu

Fonte: estadão

 

 

Novidades

Topo