Quer fugir de terremotos? Preste atenção nos animais.

Você já deve ter ouvido falar que os animais conseguem prever terremotos. Alterações em seu comportamento podem sinalizar terremotos com dias e até semanas de antecedência. No tsunami que devastou alguns países em 2004, uma disparada de diversos elefantes asiáticos para o alto das montanhas, também ajudou a salvar a vida de milhares de humanos que os seguiram. Porém o evento não foi documentado cientificamente e somente agora dados científicos foram retirados desse tipo de comportamento animal.

Pesquisadores de diversos países conseguiram documentar o comportamento de aves e pequenos mamíferos em uma área de proteção ambiental no Peru, antes de um terremoto de 7 graus na escala Richter que abalou os Andes peruanos. Os animais eram filmados por câmeras escondidas que eram acionadas automaticamente por sensores de movimento, para não interferir em seu comportamento. Em dias normais, cada animal era avistado de 5 a 15 vezes. Porém 23 dias antes do terremoto as aparições começaram a cair, chegando a 5 ou menos vezes por dia. Ainda mais surpreendente é que durante 5 dos 7 dias antes do terremoto acontecer, nenhum animal foi avistado.

Ao mesmo tempo que a aparição dos animais ia diminuindo, os pesquisadores iam medindo alterações na ionosfera, que é onde ocorre o epicentro do terremoto. Quanto maior eram as atividades na ionosfera, menos os animais apareciam. A explicação é que com o aumento de atividade na ionosfera, ocorre um aumento de concentração de íons positivos na atmosfera terrestre. É sabido que a maior concentração de íons positivos na atmosfera provoca, seja em animais, seja em humanos, um aumento dos níveis de serotonina na corrente sanguínea. Isso leva à chamada “síndrome da serotonina”, caracterizada por maior agitação, hiperatividade e confusão.

Isso nos mostra que é possível “prever”a possibilidade de terremotos com certa antecedência somente verificando os níveis desses íons positivos na atmosfera terrestre. Mas enquanto isso não é amplamente estudado e colocado em prática, e se você mora num local que é passível de existirem terremotos, é sempre bom prestar atenção no seu cachorro e nos animais que estão a sua volta. A grande maioria deles irá se comportar de forma estranha se um terremoto estiver chegando.

Cachorrinho-fogos
Você já deve ter ouvido falar que os animais conseguem prever terremotos. Alterações em seu comportamento podem sinalizar terremotos com dias e até semanas de antecedência. Foto: clicrbs

Fontes: fapesp e earthquake