Curiosidades

É mesmo possível um cadáver se mexer?



 “Queria saber se é mesmo possível que uma pessoa morta (cadáver) se mexa sozinha (pernas, braços, cabeça, dedos). Isso é verdade mesmo? Tem explicação científica?” (Maria Eduarda).

 Maria Eduarda, por mais assustador que possa parecer é verdade sim! Isso é possível e tem uma explicação científica! Quando a pessoa é considerada morta, suas atividades cerebrais deixam de funcionar, há ausência de todas as funções neurológicas e não podem mais transmitir informações para as demais partes do corpo, a pessoa é dada como morta e não poderá realizar mais nenhuma atividade. As células que formam os tecidos começam a perder suas atividades e todos os órgãos entram no estado de decomposição ao longo do tempo, assim como acontece com todos os seres vivos.


Porém, algum tempo após a morte acontece uma rigidez muscular chamada de Rigor mortis (rigidez cadavérica). Essa rigidez é causada pela falta de ATP (trifosfato de adenosina) uma substância química que nos ajuda a obter energia através dos alimentos. Quando a pessoa está morta, essa substância começa a ficar escassa e os músculos começam a iniciar o processo de rigidez, principalmente nas articulações, ficando assim por certo período de tempo que varia muito entre os seres vivos e só depois relaxam quando inicia o processo de decomposição dos tecidos.

Então a explicação é bem simples: devido essa rigidez muscular que vai surgindo após a morte, a mesma vai contraindo os músculos e ao atingir algumas partes do corpo como os braços e pernas tendem a mover-se rapidamente, como um espasmo, que pode ser chamado de espasmos cadavéricos, ou seja, a pessoa continua morta (não se preocupe) apenas seus músculos com a ausência de ATP ficam sem energia e não podem realizar mais o movimento de contração, ou seja, não conseguem mais esticar e/ou relaxar, por isso apresentam esse tipo “aparente” de movimento, muitas vezes confundindo as pessoas ao redor que pensam que a mesma está viva!

A-Man-Alive-And-Laying-In-A-Coffin

Devido essa rigidez muscular que vai surgindo após a morte, a mesma vai contraindo os músculos e ao atingir algumas partes do corpo como os braços e pernas tendem a mover-se rapidamente, como um espasmo, que pode ser chamado de espasmos cadavéricos. Foto: galleryhip

Com certeza será muito assustador estar num velório e perceber que o corpo se moveu ou o seu braço saiu do caixão… (Eu sairia correndo com certeza)! Mas, não se preocupe e não precisa entrar em pânico, os espasmos não duram muito tempo e podem variar bastante dependendo da temperatura do ambiente, fatores que levaram à morte da pessoa e até mesmo o jeito na qual o corpo foi encontrado, seja num acidente ou na cama de um hospital, as condições são diversas e tudo isso pode influenciar no processo da rigidez cadavérica!

Original_halloween-coffin-after-skelton_s4x3_lg

Mas, não se preocupe e não precisa entrar em pânico, os espasmos não duram muito tempo e podem variar bastante dependendo da temperatura do ambiente, fatores que levaram a morte. Foto: diynetwork

Fontes: modernameuartigo e bvsms

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.