Essa é boa: Alguns animais se drogam para fins medicinais e recreativos! [vídeo]

"]

Os animais podem usar drogas? Por mais inusitada que seja, a resposta é sim! Seja para fins medicinais ou recreativos, vários animais buscam plantas que possuam determinados princípios ativos. Por exemplo, o chimpanzé consome certas ervas para combater parasitas ou tratar dores de barriga. O marsupial timbu (Didelphis albiventris), também conhecido como gambá-de-orelha-branca, é conhecido popularmente por apreciar cachaça.

Na Amazônia, existe um cipó chamado Capi ( Banisteriopsis caapi ). Essa planta é ingrediente do Ayahuasca, uma espécie de chá consumido por índios durante rituais que objetivam promover o contato deles com seres espirituais para obterem orientações. Pessoas não indígenas também fazem uso deste chá em manifestações religiosas, como o Santo Daime.

0003
O marsupial timbu (Didelphis albiventris), também conhecido como gambá-de-orelha-branca, é conhecido popularmente por apreciar cachaça. Foto: Reprodução/wikipedia

O B. caapi possui propriedades psicoativas. Ele contém derivados beta-carbolínicos que inibem a enzima monoaminoxidase (MAO). Essa enzima é responsável por controlar os níveis dos neurotransmissores serotonina e catecolaminas em nosso corpo. Como o principio ativo do Capi inibe a MAO, os níveis de serotonina e catecolaminas aumentam e causam hiperativação cerebral, o que favorece os efeitos psicoativos. É interessante notar que a inibição da MAO, princípio utilizado há muito tempo pelos indígenas, é, atualmente, usada na farmacologia para a fabricação de anti-depressivos.

Capturar
Na Amazônia, existe um cipó chamado Capi ( Banisteriopsis caapi ) que possui efeitos alucinógenos muito consumida por índios durante rituais que objetivam promover o contato deles com seres espirituais para obterem orientações. Alguns animais também utilizam esta planta esporadicamente. Foto: Reprodução/Sérpico& Camurça

Não são apenas os humanos interessados nos efeitos do Capi. Um documentário da BBC, gravado em plena floresta Amazônica, flagrou uma onça experimentando os efeitos alucinógenos do cipó! Não se sabe se os motivos são medicinais ou recreativos, mas a onça fica visivelmente alterada após consumir o Capi. O vídeo você pode conferir logo abaixo.

onça
Não são apenas os humanos interessados nos efeitos do Capi. Um documentário da BBC, gravado em plena floresta Amazônica, flagrou uma onça experimentando os efeitos alucinógenos do cipó! Foto: Reprodução/insideevs
Parte do documentário da BBC que mostra uma onça fazendo uso de Capi.

Fonte: terra , iflscience e neip







"]