Curiosidades

Já estão sendo produzidas batatas transgênicas que trarão benefícios para a saúde

Já estão sendo produzidas batatas transgênicas que trarão benefícios para a saúde
Esse texto foi útil para você?

Foi aprovada pela USDA (Departamento de Agricultura) nos EUA e se espera que em breve isso se estenda para mais países, algumas novas variedades de batata geneticamente modificadas. A princípio serão dois tipos de batata que passarão por mudança genética, que farão com que os agricultores cresçam comercialmente.

A mudança genética modificará o processo de produção de acrilamida na batata. Quando fritas ou cozidas, as batatas passarão a produzir menos essa substância, que aparece quando alimentos ricos em amidos são preparados a altas temperaturas. A acrilamida também aparece como composição do tabaco, sendo considerada pelos cientistas uma substância de risco para aumentar a chance das pessoas para ter certos tipos de câncer. Mas ainda não está claro o quanto de acrilamida as pessoas precisam comer para aumentar o risco de câncer. Sendo assim não há como medir o quanto ajudaria consumir as batatas geneticamente modificadas que não produzem acrilamida. Outro fator importante que colaborou na aprovação das novas batatas foi a pressão dos agricultores, devido as batatas geneticamente modificadas machucarem-se bem menos durante o transporte, levando a uma perda menor de produto e mais lucro.


As batatas fazem parte de uma nova fase dos alimentos geneticamente modificadas por dois motivos. Primeiro por utilizar uma nova técnica de modificação chamada interferência de RNA. Segundo por ser a primeira vez em que o produto tem uma qualidade que pode beneficiar o consumidor e não só o produtor como eram os outros casos.

Uma outra novidade observada no processo de criação da batata geneticamente modificada é o fato de os genes modificados serem doses adicionais de genes das próprias batatas. Anteriormente as culturas geneticamente modificadas se utilizavam de genes tomados de outras espécies. Em breve também serão produzidas maçãs do ártico geneticamente modificadas, com adição de genes da própria maçã.

PatatesAmfloraOGM

A mudança genética modificará o processo de produção de acrilamida na batata. Quando fritas ou cozidas, as batatas passarão a produzir menos essa substância, que aparece quando alimentos ricos em amidos são preparados a altas temperaturas. Foto: france24

Os alimentos geneticamente modificados ainda recebem grande resistência da comunidade informada e de grupos anti-transgênicos . Isso se deve ao não esclarecimento dos possíveis efeitos que esses alimentos teriam no organismo humano, além das grandes controvérsias no seu modo de produção. Enquanto esse tipo de alimento não se populariza, as empresas e grandes produtores estão tentando produzir cada vez mais alimentos transgênicos para atender os seus interesses e aumentar os seus lucros.

russet-potato

As batatas fazem parte de uma nova fase dos alimentos geneticamente modificadas por dois motivos. Primeiro por utilizar uma nova técnica de modificação chamada interferência de RNA. Segundo por ser a primeira vez em que o produto tem uma qualidade que pode beneficiar o consumidor e não só o produtor como eram os outros casos. Foto: popsci

Fonte: popsci

 


Novidades

Topo