Animais

Era só o que faltava! Orangotangos fêmeas estão sendo usadas como escravas sexuais na Ásia

Era só o que faltava! Orangotangos fêmeas estão sendo usadas como escravas sexuais na Ásia
Esse texto foi útil para você?

O ser humano não tem mesmo limites no quesito crueldade! Neste exato momento, um grande número de fêmeas de orangotango estão acorrentadas, enjauladas e sendo traficadas com a finalidade de proporcionar prazer sexual em algumas regiões asiáticas. As  fêmeas são usadas como prostitutas e sofrem graves abusos sexuais.

Em 2012 a fêmea conhecida como Pony, foi resgatada pela ONG Borneo Orangutan Survival (BOS) especializada em resgatar e cuidar de “orangos” vítimas de todo tipo maus tratos. Segundo a BOS, Pony estava presa, acorrentada na cama, com o corpo inteiro depilado, de banho tomado , perfumada e com batom nos lábios. O animal inocente, sofria abusos diariamente, estando sempre disponível para sexo abusivo em uma casa de prostituição no centro de Bornéu, território da Indonésia. Não havia limites para o abuso e quem pagasse, podia usa-la como quisesse! O resgate de Pony foi bastante tumultuado e cerca de 30 policiais precisaram fazer parte da operação, uma vez que, os “donos” receberam a ONG com facas em punho para evitar a saída do animal do recinto.


Embora pareça uma grande e nojenta novidade para nós, a veterinária da ONG, confirma que usar fêmeas de orangotangos como prostitutas é uma prática bem comum em localidades menores. Os traficantes matam os pais e resgatam os filhotes ainda bebês, e estes, são treinados desde pequenos para serem escravas sexuais cuidadas geralmente, por outras mulheres.

gfx_07

Segundo a BOS, Pony estava presa, acorrentada na cama, com o corpo inteiro depilado, de banho tomado , perfumada e com batom nos lábios. Foto: brasiliaempauta

001

Pony, antes e depois do resgate. Foto: Jornalciencia

1346860568_1_2

O resgate de Pony foi bastante tumultuado e cerca de 30 policiais precisaram fazer parte da operação, uma vez que, os “donos” receberam a ONG com facas em punho para evitar a saída do animal do recinto. Foto: taringa

Fonte: jornalciencia e brasiliaempauta


Novidades

Topo