Curiosidades

Mudanças climáticas também são causadas pelos oceanos

A maioria dos esforços sobre a climatologia da Terra está focada no estudo da atmosfera e a quantidade de gases que causam o efeito estufa que foram liberados. Porém um novo estudo descobriu que a circulação dos oceanos também tem papel principal na regulação do clima na Terra.

O maior resfriamento da história da Terra aconteceu a 2700 anos atrás e coincidiu com uma mudança na circulação dos oceanos. Isso pode ter acontecido porque essa mudança de circulação puxa calor e dióxido de carbono no Oceano Atlântico e os move pelo fundo do oceano até libera-los no Oceano Pacífico. Além disso os cientistas acreditam que uma mudança do modo de circulação dos oceanos também colabora no aumento substancial de geleiras no hemisfério Norte assim como uma queda no nível do mar.

Sendo assim os cientistas acreditam que atualmente o gelo da Antártida cortou a troca de calor na superfície do oceano e o lançou a águas profundas. Portanto eles dizem que isso causou as mudanças climáticas atuais e não a quantidade de dióxido de carbono na atmosfera.

Os seus resultados tem base em amostras de núcleo de sedimentos do oceano entre 2,5 a 3,3 milhões anos, e fornecem aos cientistas uma melhor compreensão dos mecanismos das alterações climáticas atuais. O estudo mostra que as mudanças na distribuição de calor entre as bacias oceânicas é importante para a compreensão de futuras mudanças climáticas.

Ainda não se sabe quais os efeitos sobre o clima, da quantidade de dióxido de carbono que está sendo puxado para dentro dos oceanos.  Mas já se prevê que uma vez que o dióxido de carbono foi mais liberado nos últimos 200 anos do que em toda a história, as interações entre o dióxido de carbono, mudanças de temperatura e precipitação, e na circulação oceânica resultará em mudanças profundas.

Nosso-oceanos-não-são-planos

Pesquisas com base em amostras de núcleo de sedimentos do oceano entre 2,5 a 3,3 milhões anos, e fornecem aos cientistas uma melhor compreensão dos mecanismos das alterações climáticas atuais. Foto: ocientista

Fonte: sciencedaily

 

 

Novidades

Topo