Curiosidades

É verdade que a quantidade de ferro que temos no corpo daria para fazer um prego?

“É verdade que a quantidade de ferro que temos no corpo daria para fazer um prego?” (Daniel Passos)

 É verdade, Daniel. Daria para fazer um prego pequeno e considerando um prego feito somente de ferro, pois a maioria dos pregos são feitos de ligas metálicas como o aço (ferro e carbono).


A quantidade de ferro no corpo humano varia de acordo com o sexo, altura e peso, então aproximando-se o valor, temos 3 gramas de ferro no corpo. A maior parte desse ferro está no nosso sangue, dentro das hemácias. As hemácias são as células responsáveis pelas trocas gasosas no organismo. Elas trazem o oxigênio necessário a todas as células e levam o gás carbônico embora. Isso é feito pela hemoglobina, molécula presente dentro da hemácia que possui duas partes: heme, onde está o ferro e a globina, proteína que protege o grupo heme. É justamente ao ferro que o oxigênio se liga para ser transportado para as células e depois que é deixado lá, é a vez do gás carbônico se ligar ao ferro.

Por esse motivo, o ferro é muito importante para nosso organismo e precisa ser ingerido diariamente em pequenas quantidades (por volta de 15 mg). A falta de ferro suficiente para o funcionamento do corpo gera a anemia ferropriva, que muitas vezes é resolvida através da maior ingesta de ferro nas refeições, mas em casos mais graves é necessário o uso de medicamentos específicos. Não é resolvida colocando prego ou outros metais na panela para cozinhar os alimentos! O ferro contido ali não está na forma que o corpo consegue absorver, o que leva a formação de radicais livres: moléculas capazes de danificar nosso DNA, ou seja, são causadoras de câncer. E geralmente existem outros metais na composição desses objetos que são tóxicos.

ekser_1411367696_672x0

A quantidade de ferro no corpo humano varia de acordo com o sexo, altura e peso, então aproximando-se o valor, temos 3 gramas de ferro no corpo. Foto: nadlanu

O excesso de ferro é chamado de hemossiderose e também faz mal ao organismo. Como dito, a maior parte dele está nas hemácias, mas existem locais no corpo onde o ferro é depositado, servindo de estoque. O corpo não possui um mecanismo fisiológico para eliminar o ferro em excesso, então o ferro extra será depositado em diversos tecidos, como fígado, órgãos produtores de hormônios e coração, causando sérios problemas. A hemossiderose geralmente acontece com pessoas que precisam de transfusão sanguínea frequente e o tratamento é feito com medicamentos que sequestram o ferro, levando-o para ser eliminado pela urina.

O importante é manter uma alimentação equilibrada, pois a falta ou o excesso de qualquer substância é prejudicial ao nosso corpo.

hemacias-sangue-globulos-vermelhos-1376405915222_850x500

A maior parte desse ferro está no nosso sangue, dentro das hemácias. As hemácias são as células responsáveis pelas trocas gasosas no organismo. Foto: Uol

 

 

Fonte: Fundamentos em Hematologia; HOFFBRAND, A. V.; MOSS, P. A. H.; 6ª edição.


⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Novidades

Topo