Curiosidades

Hemograma com leucócitos altos ou baixos. O que pode ser?

 “Meu hemograma deu leucócitos 13.000, ou seja alto. Estou preocupado com leucemia. Me ajuda!” (Bruno P. Azevedo)
“ O exame de hemograma da minha avó deu leucócitos mais baixo que o valor normal (3.200). Aí o médico passou um monte de outros exames. Estamos muito preocupados. Que doença pode ser?” (Stephania)

 Em absolutamente TODOS os casos em que o médico pede um hemograma, ele é quem deve interpretar os resultados. Aqui só esclarecemos o básico e isso não substitui uma consulta médica em hipótese alguma.

Bruno e Stephania, o hemograma é um dos exames mais pedidos pelos médicos pois é possível diagnosticar ou controlar a evolução de diversas doenças. O exame avalia as células sanguíneas fazendo uma contagem das células brancas (leucócitos), células vermelhas (hemácias), hemoglobina (Hb), hematócrito (Ht), índices das células vermelhas, e contagem de plaquetas. Hemograma Completo consiste do hemograma mais a contagem diferencial dos leucócitos.


Os leucócitos fazem parte do sistema imunológico do nosso organismo. Têm por função o combate e a eliminação de microrganismos e estruturas químicas estranhas ao organismo por meio de sua captura ou da produção de anticorpos, sejam eles patogênicos ou não.  A contagem leucocitária total normalmente varia de 4 mil a 12 mil células por milímetro cúbico. Normalmente cada pessoa tem um número de leucócitos específico, que permanece ao longo dos anos. Isso significa que uma contagem pode significar problema para um, não necessariamente é problema para o outro. Assim, definiu-se um valor normal para a contagem de leucócitos (4 mil a 12 mil).

Assim, uma quantidade muito pequena ou muito grande de leucócitos indica um problema. Quando a quantidade de leucócitos é menor que 4.000 células/mL, chamamos de leucopenia e quando há uma aumento na quantidade das células brancas (acima de 12.000 células/mL) chamamos de leucocitose. Tanto um quanto o outro não são doenças, mas sim o indicativo de que algum problema pode estará acontecendo no corpo.

mulher-lendo-documento-63468

A contagem leucocitária total normalmente varia de 4 mil a 12 mil células por milímetro cúbico. Normalmente cada pessoa tem um número de leucócitos específico, que permanece ao longo dos anos. Isso significa que uma contagem pode significar problema para um, não necessariamente é problema para o outro. Foto: Reprodução/cafecomglitter/Montagem/diariodebiologia

Leucopenia (contagem de leucócitos abaixo de 4000c/mL)

Muitos fatores podem diminuir os números de leucócitos. Na terceira idade a diminuição dos glóbulos brancos em geral está relacionada a infecções por vírus ou bactéria. Alguns medicamentos e o câncer também são causas de leucopenia em idosos.

No entanto, quando não se é idoso, alguns medicamentos podem levar à leucopenia: antiarrítmicos, antibióticos, anticonvulsivantes, anti-hipertensivos e cortisona. Substâncias usadas no tratamento do diabetes e na doença da tireoide, alguns diuréticos e tranquilizantes. Assim como as drogas quimioterápicas.

Mas se os leucócitos estão diminuídos e nenhum dos casos acima citados são mencionados pelo paciente, a leucopenia pode acontecer devido a infecções, doenças graves da medula óssea (como leucemia) ou em doenças inflamatórias e autoimunes. Para diagnosticar certas doenças, os médicos observam o tipo de células brancas estão alteradas e qual a morfologia delas. Por isso pedem “Hemograma Completo” que discrimina uma contagem diferencial dos leucócitos.

p34

A leucopenia pode acontecer devido a infecções, doenças graves da medula óssea (como leucemia) ou em doenças inflamatórias e autoimunes. Foto: Reprodução/ kku

Leucocitose (contagem de leucócitos acima de 12000c/mL)

Assim como acontece com a leucopenia, a leucocitose também pode acontecer por diversos fatores e em muitas circunstâncias diferentes. O mais comum, é aumento nos leucócitos devido à existência de processos inflamatórios. Assim, no andamento de muitas doenças infecciosas agudas (pneumonia, apendicite, por exemplo) a contagem de leucócitos aparecem muito aumentada. No entanto, também pode ser o resultado de uma reação normal em certas condições, como a gravidez, a menstruação e o exercício muscular.

Muitas pessoas ficam preocupadas quando recebem o resultado do hemograma e percebem que a contagem deu aumentada. A maioria delas pensam que isso é indicativo de leucemia. Não é bem assim, um caso de leucemia aumenta a contagem de leucócitos para valores exorbitantes (180 mil, 200 mil e até mais que isso). No entanto, um caso de infecção grave também pode chegar a estes valores. Somente o médico poderá avaliar se a pessoa com uma contagem tão alta de leucócitos pode ou não estar com leucemia.

Leukocytosis-2

O mais comum, é aumento nos leucócitos devido à existência de processos inflamatórios. Assim, no andamento de muitas doenças infecciosas agudas (pneumonia, apendicite, por exemplo) a contagem de leucócitos aparecem muito aumentada. Foto: Reprodução/ fp

Fonte: omundodapatologiaclinicawikipedia e wikipedia

 


⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Novidades

Topo