Curiosidades

Cientistas testaram o poder espermicida da Coca-Cola® e Pepsi® e é bom que você leia o que eles descobriram!

Cientistas testaram o poder espermicida da Coca-Cola® e Pepsi® e é bom que você leia o que eles descobriram

Cientistas testaram o poder espermicida da Coca-Cola® e Pepsi® e é bom que você leia o que eles descobriram!
Esse texto foi informativo para você?

Os espermicidas funcionam como um método anticonceptivo complementar que necessita do uso de outro método, como a camisinha ou o diafragma vaginal, para que seja eficaz. De qualquer forma, é uma maneira de reforçar a possibilidade de não desenvolver uma gravidez indesejada. Geralmente este contraceptivo danifica a membrana celular dos espermatozoides provocando sua morte, outros, por sua vez os imobilizam fazendo com que não consigam chegar até o óvulo e promover a fecundação.

 Bem, nas últimas décadas surgiram boatos de os refrigerante à base de cola (Coca-Cola® e Pepsi®, por exemplo) teriam um efeito espermicida bastante eficaz e muitos casais passaram a usar estas bebidas como recurso espermicida. E desde então, fala-se no efeito de sucesso das bebidas à base de cola para anticoncepção.


Um estudo realizado por pesquisadores chineses teve a finalidade de comprovar a eficácia da Coca-Cola como espermicida, ampliando a pesquisa às versões light, diet e sem cafeína disponíveis no mercado. Para isso utilizaram os métodos de transporte transmembrana, um tipo de transporte passivo em que a célula (no caso o espermatozoide) não precisa da energia do ATP para deslocar uma molécula de sua membrana até o interior da célula. As moléculas fluem do meio mais concentrado para o meio menos concentrado.

watermark

No ano de 2008, pesquisadores chineses fizeram um experimento com a finalidade de comprovar a eficácia da Coca-Cola como espermicida, ampliando a pesquisa às versões light, diet e sem cafeína disponíveis no mercado. Foto: Reprodução/picturechina

Afinal, funciona ou não funciona?

O resultado foi que nenhuma das bebidas testadas (Coca-Cola e Pepsi nas versões light, diet e sem cafeína) podem diminuir a motilidade dos espermatozoides a menos de 70% durante o período de uma hora. O estudo também mostrou, que o efeito espermicida das diferentes versões não se diferencia, não concordando com um estudo anterior que afirmava que Coca-Cola light e diet tinham maior efeito espermicida. O estudo concluiu que mesmo as bebidas à base de cola podendo destruir 30% dos espermatozoides, ela não funciona como um método contraceptivo eficaz, além disso, injetar estas bebidas no canal vaginal ou na camisinha pode causar complicações, como uma infecção dos órgãos reprodutores.

O artigo foi publicado na revista científica “Human & experimental toxicology”, em 2008 e foi vencedora do prêmio IgNobel de Química.

670px-Pour-a-Can-of-Coke-Step-1

O estudo concluiu que mesmo as bebidas à base de cola podendo destruir 30% dos espermatozoides, ela não funciona como um método contraceptivo eficaz, além disso, injetar estas bebidas no canal vaginal ou na camisinha pode causar complicações, como uma infecção dos órgãos reprodutores. Foto: Reprodução/wikihow.

Fonte: ncbi e improbable
Artigo: CY Hong et. al


Novidades

Topo