Animais

Chimpanzés acompanham inconsolados o enterro de sua matriarca. Conheça a história!

A revista impressa e o site da National Geographic mostrou há algum tempo uma foto (de Monica Szczupider ) comovente onde aparece um grupo de chimpanzés observando a retirada do cadáver de um de seus amigos. Desde sua publicação, a imagem e sua história tornou-se um viral, aparecendo em milhares de blogs, sites, jornais e inclusive programas de televisão de todo mundo.

A história é a seguinte:

Em 23 de setembro de 2008, Dorothy, uma fêmea de chimpanzé que passava dos quarenta anos, morreu em função de uma parada cardiorrespiratória. Dorothy era uma figura maternal e amada por sua comunidade, estava há oito anos no Centro de Resgate para Chimpanzés Sanaga-Yong de Camarões, que dá refúgio e reabilita chimpanzés que perderam contato com seu habitat natural ou que foram resgatados das mãos de comerciantes ilegais.


Após um caçador matar sua mãe, Dorothy foi vendida como mascote a um parque de atrações em Camarões. Durante 25 anos de sua vida, permaneceu amarrada ao solo com uma corrente ao redor de seu pescoço. Suportando brincadeiras e deboches, seus donos ensinaram-na a beber cerveja e a fumar para divertir os visitantes do parque.  Em maio de 2000, Dorothy estava obesa por sua pobre dieta e a falta de exercício. Mas felizmente foi resgatada e solta junto a outros 10 primatas. À medida que sua saúde foi se restabelecendo, começou a aflorar sua natureza amável. Adotou um chimpanzé órfão chamado Bouboule e iniciou grande amizade com muitos outros primatas, incluído Jacky (o macho alfa do grupo) e Nama (outro dos macacos resgatados daquele infame parque de atrações).

664781_414805238574164_120781527_o (1)

A revista impressa e o site da National Geographic mostrou há algum tempo uma foto (de Monica Szczupider ) comovente onde aparece um grupo de chimpanzés observando a retirada do cadáver de um de seus amigos. Foto: nationalgeographic

 Sua perda  foi sentida por todo o grupo de macacos. A direção do Centro Sanaga-Yong optou por deixar que todos do grupo presenciassem seu enterro para que pudessem compreender, de alguma forma, que Dorothy não regressaria. Alguns chimpanzés mostraram agressividade, enquanto outros pareciam frustrados. Não obstante a reação mais espantosa foi um silêncio recorrente. Quem conhece os chimpanzés, sabe que se tratam de criaturas que normalmente não são nada silenciosas.

O Centro de Resgate para Chimpanzés Sanaga-Yong foi fundado em 1996 pela veterinária Sheri Speede (fotografada à direita, segurando a cabeça de Dorothy; à esquerda aparece um empregado do centro). Sob controle de uma ONG chamada IDA-Africa, o centro abriga na atualidade 62 chimpanzés, que residem em ambientes amplos e arborizados.

1Cecile-and-Stan,-Jacques-Gillon

O Centro de Resgate para Chimpanzés Sanaga-Yong foi fundado em 1996 e hoje está sob controle de uma ONG chamada IDA-Africa e abriga na atualidade 62 chimpanzés, que residem em ambientes amplos e arborizados. Foto: pri

Fonte: portugalparanormal

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.